DIREITO DIGITAL

Antônio Márcio da Cunha Guimarães, Gabriel Stagni Guimarães

Resumo


Entramos no século XXI e a tecnologia se desenvolve assustadoramente. Com isso novas possibilidades de relações jurídicas se descortinam, em ambientes antes inexistentes. É o chamado mundo virtual, ou digital, que proporciona, através da internet, a inter-relação entre as pessoas, físicas e/ou jurídicas, de diferentes partes do mundo, de forma instantânea. Assim, um novo campo de atuação do direito se apresenta, para regulação dessas atividades – o Direito Digital. Propomos neste breve estudo uma análise se estamos diante de um novo ramo do direito, que está surgindo e se desenvolvendo com autonomia, ou apenas a aplicação do direito já existente em um novo ambiente que se apresente para os relacionamentos humanos.

Palavras-chave


Direito Digital – Mundo Virtual – Cibernética.

Texto completo:

PDF

Referências


LÈVY, Pierre. O que é o virtual? – tradução de Paulo Neves, Ed. 34, SP, 1996.

LUCCA, Newton De; SIMÃO FILHO, Adalberto [coordenadores] e outros. Direito &Internet – aspectos jurídicos relevantes. São Paulo, Quartier Latin, 2ªed., 2005.

LIMA, Caio Cesar C. Você conhece as principais leis do Direito Digital e Eletrônico. Disponível em: https://caiocesarlima.jusbrasil.com.br/artigos/182558205/voce-conhece-as-principais-leis-do-direito-digital-e-eletronico. Acesso em: 29/10/2017.

MONTORO, Franco. Estudos de Filosofia do Direito. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1981.

PECK, Patrícia. Direito Digital. São Paulo: Saraiva, 2007.

CHAHIN, Ali et al. E-gov.br: a próxima revolução brasileira: eficiência, qualidade e democracia: o governo eletrônico no Brasil e no mundo. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

FREY, Klaus. Governança Eletrônica: experiências de cidades europeias e algumas lições para países em desenvolvimento. Disponível em: http://www.egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/19407-19408-1-PB.pdf. Acesso em: 04/11/2017.

JOHNSON, Telma; BRAIGHI, Antônio Augusto; ALMEIDA, Roberta; HAMDAN, Ana Amélia; MIRANDA, Diego. Redes sociais em jogos online: a dinâmica da interação social no World of Warcraft. Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação | E-compós, Brasília, v.13, n.1, jan./abr. 2010. Disponível em: http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/view/437/414. Acesso em: 29/10/2017.

BARCELLOS, Rodrigo da Luz. Suporte à tomada de decisão estratégica no âmbito de eSports : o caso do league of legends. Dissertação de Mestrado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Porto Alegre, 2017. Repositório digital disponível em: http://hdl.handle.net/10183/158319. Acesso em: 29/10/2017.

CARVALHO, Ana Amélia A.; CRUZ, Sónia; MARQUES, Célio Gonçalo; MOURA, Adelina; SANTOS, Idalina (orgs.). Os jogos mais jogados pelos alunos do ensino básico ao ensino superior. In Atas do 2.º Encontro sobre Jogos e Mobile Learning. Braga: CIEd. 2014.

BRADMORE; MAGUS. 2016 League of Legends World Championship By the Numbers. Disponível em: http://www.lolesports.com/en_US/articles/2016-league-legends-world-championship-numbers. Acesso em: 29/10/2017.

TASSI, Paul. Riot Games Reveals 'League of Legends' Has 100 Million Monthly Players. Disponível em: https://www.forbes.com/sites/insertcoin/2016/09/13/riot-games-reveals-league-of-legends-has-100-million-monthly-players/#5c7a93f55aa8. Acesso em: 29/10/2017.

KOLLAR, Phil. The past, present and future of league of legends studio riot games. Disponível em: https://www.polygon.com/2016/9/13/12891656/the-past-present-and-future-of-league-of-legends-studio-riot-games. Acesso em: 29/10/2017.

WORLD OF WARCRAFT. Disponível em: https://worldofwarcraft.com/pt-br/. Acesso em: 29/10/2017.

LEAGUE OF LEGENDS. Disponível em: http://gameinfo.br.leagueoflegends.com/pt/game-info/. Acesso em: 29/10/2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.