Estudo da sexualidade e influência da informação médico-pedagógica em um grupo de estudantes de Sorocaba, São Paulo, Brasil

Mauro Henrique de Sá Adami Milman, Marcos Paulo Loewenthal Pimentel, José Roberto Pretel Pereira Job

Resumo


O desconhecimento da sexualidade pode ser considerado um fator de risco importante na ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e gestações precoces. Os objetivos deste trabalho foram estudar conhecimentos, experiências e práticas sexuais de estudantes e verificar a influência da informação médico-pedagógica nesses conhecimentos. Foram aplicados questionários a 150 estudantes, indagando-os sobre DSTs, gravidez e suas experiências relacionadas ao sexo. Ministrou-se uma palestra logo após, passados 30 dias, foi aplicado novamente o mesmo questionário em 133 deles. Apenas 18% dos estudantes tinham alguma experiência sexual. Os achados demonstraram a necessidade da informação médico-pedagógica, que foi realizada e se mostrou eficaz. O preservativo masculino foi o método de prevenção de DSTs e de gravidez mais conhecido e usado, porém, uma proporção relevante de jovens não o utilizava em todas as relações sexuais e desconhecia a técnica correta de sua colocação. O precoce início das experiências sexuais, apresentou-se concomitante ao desconhecimento dos assuntos relacionados à sexualidade.

Palavras-chave


comportamento sexual; doenças sexualmente transmissíveis; preservativos; questionários; educação sexual

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.