Doença de Addison

José Otávio Alquezar Gozzano, Maria Luiza Coelho Gozzano, Maria Carolina Coelho Gozzano

Resumo


INTRODUÇÃO: A insuficiência adrenal primária - doença de Addison (DA) é uma doença crônica rara, decorrente da lesão das glândulas adrenais, geralmente por destruição de 90% ou mais destas, provocando deficiência de glicocorticoides, mineralocorticoides e andrógenos. No Brasil, a etiologia autoimune é a mais prevalente. O diagnóstico da DA costuma ser tardio, e é confirmado a com as dosagens de cortisol basal e ACTH. RELATO DE CASO: Paciente do sexo masculino, 41 anos, procura atendimento médico devido a força muscular globalmente diminuída há algumas semanas, acompanhado de perda de peso, com sintomas gastrointestinais e sintomas de depressão. Ao exame físico, importante diminuição da força motora, pele áreas de hiperpigmentação em região dorsal das costas. Aos exames, apresentou eletromiografia sem alterações, cortisol basal 7,81(valor de referência: 5- 25mcg/dl), ACTH: 76,2pg/ml (valor referência do laboratório: 6-46), DHL: 400 (valor de referência: 240-480 U/L), TSH: 3,01 (valor de referência: 0,45-4,5mUI/l), anti-DNA: não reagente. Hipótese diagnostica: DA. Como conduta, foi prescrito decadron. Retorno em 2 semanas com melhora significativa do quadro geral e da força muscular. DISCUSSÃO: A DA pode manifestar-se de forma aguda ou crônica, dependendo da velocidade da perda de córtex adrenal funcional. As manifestações clínicas mais comuns são gastrointestinais, hiperpigmentação cutânea (mais específica da DA), hipotensão postural e astenia, anorexia, perda de peso presentes em 100% dos casos. O diagnóstico da DA pode ser feito apenas com dosagens séricas basais de cortisol, que se encontram reduzidos ou normais, e de ACTH aumentados. Na presença de ACTH elevado e níveis séricos baixos de cortisol levam a hipótese de insuficiência adrenal. O tratamento tem por objetivo suprir a deficiência de glicocorticoide e mineralocorticoide. CONCLUSÃO: A doença de Addison é rara e sua sintomatologia inicial inespecífica leva a um retardo do diagnóstico e tratamento. É importante se atentar aos principais sinais, assim como os exames relacionados aos hormônios relacionados ao colesterol para o diagnostico precoce e prevenção do avanço da doença.

Palavras-chave


Doença de Addison; insuficiência adrenal primária

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.