A EXPATRIAÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL E CARREIRA

Renata da Costa Rodrigues Luiz, Isabel Cristina dos Santos, Marilsa de Sá Rodrigues Tadeucci

Resumo


Este trabalho discute a expatriação como estratégia de aprendizagem e carreira de executivos globais. A pesquisa é exploratória com delineamento quantitativo, baseada em questionário aplicado a um grupo de expatriados e na observação não participante em dois casos de expatriação. A percepção do valor agregado da expatriação à carreira é ambígua. Observou-se um flagrante desequilíbrio na relação sacrifício versus beneficio da expatriação. Os pesquisados casados consideram-na um meio de progresso na carreira, e os solteiros vêm-na como um desafio. A família é um importante mecanismo de regulação da adaptação cultural e do estresse da mudança.

Palavras-chave


Expatriação; Aprendizagem organizacional; Convivência multicultural; Estereótipos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v2i2.11865

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.