MAIS DE 50 ANOS DE PESQUISA SOBRE CONTRATOS PSICOLÓGICOS DE TRABALHO: SISTEMATIZAÇÃO TEÓRICA E SUGESTÃO DE AGENDA FUTURA DE PESQUISA

Rafael Marcus Chiuzi, Sigmar Malvezzi

Resumo


Os contratos psicológicos de trabalho são estudados a partir da década de 1950 e, desde então, passaram por profundas transformações em sua essência e também sobre a própria operacionalização de pesquisa. Assim, o objetivo do presente artigo é apresentar uma sistematização teórica dos mais de 50 anos de pesquisa científica sobre os contratos psicológicos de trabalho a partir de um método arqueológico do saber propondo um novo conceito para o construto e uma proposta de agenda de pesquisa científica para os próximos anos.

Palavras-chave


Contratos psicológicos; trabalho; organizações

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v4i3.21838

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.