Síndrome de burnout em operadores de teleatendimento: o caso de duas empresas de contact center em Fortaleza/CE

Luis Eduardo Brandão Paiva, Tereza Cristina Batista de Lima, Isabele Cristine Soares de Souza, Suzete Suzana Rocha Pitombeira, Sérgio Chaves Arruda

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo geral verificar se há indícios de Síndrome de Burnout em operadores de teleatendimento que atuam em Fortaleza/CE. Os objetivos específicos são investigar as dimensões exaustão emocional, despersonalização e realização profissional da Síndrome. O estudo dessa Síndrome ajudará a compreender comportamentos e os sintomas dos operadores e a tomar medidas práticas para sanar o problema. Considera-se uma pesquisa qualitativa e a análise de conteúdo foi utilizada para tratamento dos dados, em que oito operadores de empresas diferentes participaram de uma entrevista individual e semiestruturada. Os resultados encontrados apresentaram indícios que os operadores entrevistados apresentam Burnout.


Palavras-chave


Síndrome de Burnout; Teleatendimento; Saúde no Trabalho

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v6i2.29360

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.