CRIATIVIDADE NAS ORGANIZAÇÕES: DA CONCEPÇÃO ÀS FORMAS DE AVALIAÇÃO

Karina Nalevaiko Rocha, Solange Muglia Wechsler

Resumo


Crescentemente as empresas precisam ser inovadoras para manterem-se no mercado, e diante da importância da criatividade nesse processo, fazem-se necessárias técnicas e ferramentas que possibilitem a sua identificação. Este estudo objetivou entender qual é a concepção sobre a criatividade entre os psicólogos organizacionais, se ela é avaliada e quais as ferramentas ou técnicas utilizadas. A amostra foi composta por 50 psicólogos que atuam na área de Recursos Humanos. Constatou-se que os profissionais de RH reconhecem a importância da criatividade e há uma concepção alinhada às teorias atuais. No entanto, a forma como a criatividade tem sido avaliada nas empresas suscita algumas discussões. A predominância pela Entrevista e Dinâmica de Grupo e o pouco uso de testes pode estar negligenciando aspectos importantes da avaliação. Desse modo, são necessários maiores estudos que contemplem as temáticas de técnicas de seleção fundamentais para apoiar o trabalho de profissionais dessa área.


Palavras-chave


criatividade; processo seletivo; recursos humanos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v6i3.31066

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.