Olhando Rembrandt a partir de Bakhtin e Simmel

Denísia Moraes dos Santos

Resumo


Este artigo analisa a figura de Cristo em A ressurreição de Lázaro (1630/31), de Rembrandt, sob a ótica do pensamento de dois intelectuais do século XX: Georg Simmel e Mikhail Bakhtin. A fundamentação teórica que norteia a análise parte dos conceitos de autor-criador e heroi, construídos por Bakhtin. Pretende-se a partir desses conceitos mostrar os pontos de contato entre o pensamento de Bakhtin e Simmel no que se refere ao modo como veem a representação de Cristo no evento estético.

Palavras-chave


Bakhtin; Simmel; Cristo; autor-criador

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.