Um brinde ao entrecruzamento de vozes

Eliete Hugueney Figueiredo, Simone de Jesus Padilha

Resumo


Este estudo constitui um recorte de pesquisa doutoral que teve por objetivo compreender, na dimensão verbo-visual da revista cuiabana A Violeta (1916-1950), como se constitui discursivamente o entrecruzamento de vozes. Tomamos o enunciado Chronica, da edição de 31 de dezembro de 1937, a fim de desvelar as tensões discursivo-ideológicas por meio da análise de estratégias linguístico-discursivas e de mobilização do plano de expressão verbo-visual. Baseamo-nos na teoria de Bakhtin e o Círculo, quanto às questões que envolvem as relações dialógicas entre os enunciados, e em Brait, para discutir os aspectos relacionados à verbo-visualidade. Constatamos, pela análise, a presença de um entrecruzamento de vozes: uma voz que acata o discurso vigente, reproduzindo seus temas, como o nacionalismo e o patriotismo, e uma outra voz, perceptível na mobilização da dimensão verbo-visual, crítica à situação política da época.


Palavras-chave


Revista A Violeta; Verbo-visualidade; Vozes; Estudos bakhtinianos

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.