Polifonia e “realismo no sentido superior”: o epílogo de Crime e castigo

Priscila Nascimento Marques

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar uma análise do epílogo de Crime e castigo que leve em conta a elaboração bakhtiniana acerca do romance dostoievskiano, bem como outras vertentes críticas, mais ou menos congruentes com essa elaboração. Considerando o conceito de romance polifônico e as ressalvas de Bakhtin sobre sua aplicabilidade aos desfechos dos romances de Dostoiévski, buscaremos verificar a força desse conceito nesse epílogo em particular, por meio de um diálogo com diferentes posições críticas.

Palavras-chave


Fiódor M. Dostoiévski; Mikhail Bakhtin; Crime e castigo; Literatura russa; Polifonia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.