A alteridade constitutiva em aulas de inglês como língua-cultura estrangeira: a perspectiva do princípio dialógico bakhtiniano

Carla Janaina Figueredo

Resumo


A proposta central deste trabalho é discutir como a dialogicidade existente nas práticas discursivas desenvolvidas por alunos brasileiros de inglês e seu professor irlandês influenciam na constituição e expressão de suas subjetividades no contexto da sala de aula. Fundamentados em alguns elementos que compõem o princípio dialógico bakhtiniano, percebemos que a presença do outro nas interações com os participantes deste estudo representa o fator determinante na revelação de suas posturas valorativas e, por conseguinte, em suas reconstruções frente aos interlocutores envolvidos, garantindo assim, momentos significativos de apropriação do inglês como língua-cultura estrangeira.

Palavras-chave


Interação; Dialogismo; Alteridade; Subjetividade; Inglês como língua-cultura estrangeira

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.