O conceito de biblioteconomia em L.-A. Constantin (1779-1844) e a difusão do seu trabalho

Éderson Ferreira Crispim

Abstract


A elaboração de um conceito em biblioteconomia encontrado no trabalho de um livreiro na primeira metade do século XIX na França deu ensejo, talvez, para que micronarrativas em torno do estabelecimento de uma disciplina e uma carreira se desenvolvessem. Carreira esta que, por assim dizer, vinha, desde os últimos quatro séculos, modificando seu conjunto de atividades. Em uma palavra, inúmeros personagens, dos mais célebres a alguns poucos lembrados, se tornaram, em maior ou menor grau, importantes operadores para a descrição de um tipo especial de trabalho, que, historicamente, sempre se manifestou. Ou, queira se dizer, prosperou mais, pelo menos, nos locais em que a criação de universidades, o conhecimento da fabricação do papel e a liberdade de imprensa foram possíveis. Sendo assim, tal perspectiva histórica que aqui trabalhamos envolvendo a área da biblioteconomia, só nos foi possível construir tendo como ponto de partida a elaboração de um conceito em contexto. Desse modo, trabalhamos com a hipótese de que, até informação em contrário, o primeiro trabalho dessa natureza a utilizar a palavra no título foi o Bibliothéconomie: Instructions sur l'Arrangement, la Conservation et l'Administration des Bibliothèques do livreiro germano-francês Leopold Auguste Constantin Hesse (1779-1844) publicado originalmente em 1839 na cidade de Paris e modificado em 1841.

Keywords


Biblioteconomia; História da ciência; Manuais práticos; Constantin, L.-A



DOI: https://doi.org/10.23925/1980-7651.2020v25;p59-59

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM