Ato final: os últimos momentos do governo Vargas (1954) pelos jornais O Estado de S. Paulo (OESP) e Ultima Hora (UH)

Thiago Fidelis

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar como duas publicações, a folha paulista O Estado de S. Paulo (OESP) e o diário carioca Ultima Hora (UH), retrataram os últimos momentos do governo Vargas, fazendo um recorte mais preciso entre o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda e o major da Aeronáutica Rubens Vaz, em 05 de agosto de 1954, e a morte do presidente, no dia 24 do mesmo mês. Com uma análise descritiva em relação ao conteúdo dos jornais, indicamos como conclusão que os jornais estiveram em campos opostos, procurando defender suas perspectivas: OESP com uma intensa crítica contra Vargas, apontando-o como o grande problema da política brasileira no período, enquanto que a UH esforçou-se em construir a imagem do presidente de maneira extremamente positiva, colocando-o como o grande nome da história da política brasileira, fator ainda mais evidenciado após sua trágica morte.

Palavras-chave


O Estado de S. Paulo; Ultima Hora; Getúlio Vargas; Atentado da Rua Tonelero

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.