Transformação da filosofia: complementaridade entre o giro hermenêutico-linguístico e o pragmático-semiótico

Antonio Wardison C. Silva

Resumo


O artigo apresenta as principais características da transformação da filosofia transcendental, chamada por Apel de pragmático-transcendental.Esta tarefa foi possibilitada pela complementaridade entre o giro hermenêutico-linguístico, baseado em Heidegger e Gadamer, e o giro pragmático-semiótico, fundado em Peirce. Com isso, Apel institui a superação da filosofia solipsista e a constituição de uma filosofia intersubjetiva, fundada pela linguagem, em busca da verdade e validação das proposições tomadas em consenso pela comunidade ilimitada de comunicação.

Palavras-chave


Transcendental; Linguagem; Hermenêutica; Semiótica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i80.14385

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: