O Início da Narrativa de Abrão Exegese à luz da América Latina de Gênesis 12,1-4a

Fabio Py Murta de Almeida

Resumo


Gostaria-se de ler Gênesis 12,1-4a, narrativa nitidamente javista, sobre novos coloridos. Não como simplesmente uma perícope préestatal símbolo da monarquia, nem simplesmente como produto dos sacerdotes do pós-exílio. Mas sim ao lê-la, entendê-la como fruto dos suspiros das populações desguarnecidas pelas mudanças político-econômicas ocorridas nos anos Judéia. Gente que buscava expressar sua insatisfação com tais mudanças através do codinome Abrão.

Palavras-chave


javismo; povos da terra; estrangeiros (golah); resistência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i61.15638

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: