Protestantismo e intolerância: caminhos para um diálogo interdenominacional

André Anéas, Donizete Xavier

Resumo


Este artigo se propõe a iluminar o passado do protestantismo e, a partir de uma reflexão histórica, proporcionar caminhos para superação dos desafios do diálogo interdenominacional no cristianismo contemporâneo, tão marcado pela intolerância religiosa. O Protestantismo da Reta Doutrina (PRD), tipo ideal definido por Rubem Alves e cuja ênfase está na Confissão da Reta Doutrina, ainda se faz ouvir na contemporaneidade. Seu caráter repressivo e características distintas, como a detenção da verdade absoluta, clima bélico e, consequente, intolerância, ainda possuem representantes ativos no cenário religioso brasileiro. O local histórico de constituição da identidade do PRD se localiza nos séculos XVI e XVII, época da Contrarreforma católica e das guerras religiosas na Europa. Somente com uma análise crítica desse passado, é possível o estabelecimento de alternativas para contenção da intolerância religiosa nesse segmento cristão.

Palavras-chave


Protestantismo; intolerância; diálogo interdenominacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/rct.i94.41675

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Cultura Teológica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: