Medellín e Tradição eclesial latino-americana: educação e humanização

Francisco das Chagas Albuquerque

Resumo


O artigo propõe uma hermenêutica da recepção do Vaticano II pela II Conferência Geral do Episcopado Latino-americano como marco teológico e pastoral constitutivo da Tradição eclesial latino-americana e do Caribe. Desde então, mas considerando todo o caminho feito pela Igreja no tempo precedente, ela toma uma feição própria que a caracteriza, teológico e pastoralmente, a partir da inspiração evangélica fundamental: a opção pelos pobres. Todo o corpo eclesial poderá desempenhar a missão em múltiplas frentes de evangelização, em vista da humanização de homens e mulheres e da própria história. Um dos fundamentos e meio para se atualizar e prosseguir o itinerário eclesial que vem de Medellín é a ação educativa a partir do sinal dos tempos “emergência educativa”, a qual se apresenta como desafio e oportunidade para que a Igreja siga contribuindo com a humanização.


Palavras-chave


Medellín; Tradição eclesial latino-americana; Opção preferencial pelos pobres; Educação; Humanização

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

ALBUQUERQUE, F. das Chagas de. Teologia da Libertação na pós-modernidade: contribuição à humanização. Perspectiva Teológica, Belo Horizonte, v. 48, n. 2, p. 289-316, Mai/Ago 2016.

ARRUDA, Marcos. Humanizar lo infrahumano: la formación del ser humano integral: homo evolutivo, praxis e economía solidaria. Barcelona: Icaria, 2005.

BINGEMER, M. Clara Lucchetti. Aprofundar o Pacto: Espiritualidade e conversão a partir dos pobres. In: PIKAZA, Xavier; ANTUNES DA SILVA, José. O pacto das catacumbas: a missão dos pobres na Igreja. São Paulo: Paulinas, 2015.

BOFF, C. A originalidade histórica de Medellín. Convergência: Revista Mensal da Conferência dos Religiosos do Brasil. Rio de Janeiro, v. XXXIII, n. 317, p. 568-576. Nov. 1998).

BRANDÃO VILELA, Avelar. Apresentação. In: CELAM. Medellín – Conclusiones. II Conferencia General del Episcopado Latinoamericano: La Iglesia en la actual transformación de América Latina a la luz del concilio. CELAM: Bogotá, 2008. (II Conclusiones).

CODINA, Víctor. Las ponencias de Medellín. Perspectiva Teológica, Belo Horizonte, v. 48, n. 1, p. 59-76, Jan/Abr 2018.

COMBLIN, J. Medellín y el quehacer teológico hoy. Revista Vida Consagrada, v. 5, p. 170-196, Jun. 2009.

CONGAR, Y. La Tradition et la vie de l’Église. Paris: Cerf, 1984.

CONGAR, Y. Pour une Église servente et pauvre. Paris: Cerf, 1963.

CONSEJO EPISCOPAL LATINOAMERICANO – CELAM. Rio de Janeiro, Medellín, Puebla, Santo Domingo: Conferências Generales del Episcopado Latinoamericano: Santa Fé de Bogotá, 1994.

CONSEJO EPISCOPAL LATINOAMERICANO. La Iglesia en la actual transformación de America Latina a la luz del Concilio Vaticano II: ponencias. Buenos Aires: BONUM,

DUSSEL, H. D. História de la Iglesia en America Latina: coloniaje y libertación 1492/1983. Madrid: Mundo Negro-Esquila Misional, 1983.

ELLACURÍA, I. La Iglesia de los pobres, sacramento histórico de liberación. In: ELLACURÍA, Ignacio; SOBRINO, Jon. Mysterium liberationis: conceptos fundamentales de la teología de la liberación. Madrid: Trotta, 1990, p. 127-153. Vol. II.

EQUIPO SELADOC. Panorama de la teología latino-americana VII. Educación e Iglesia en América Latina. Salamanca: Sígueme, 1987.

FRANCISCO, Papa. Exortação apostólica Evangelii gaudium. Madrid: San Pablo, 2013.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GUTIÉRREZ, Gustavo. A violência de um sistema. Concilium, n. 160, p. 127-136, 1980/10.

Irrupción y caminar de la Iglesia de los pobres. Presencia de Medellín. Lima: Instituto Bartolomé de las Casas, 1989.

JUAN XXIII, Papa. Juan XXIII y Pablo VI explican el Concílio. Bilbao: Declée De Brouwer, 1967.

LIBANIO, J. B. Utopia e esperança: “A esperança não engana” (Rm 5,5). São Paulo: Loyola, 1989.

MIRANDA, Mario de França. A experiência do Espírito Santo. Abordagem teológica. Perspectiva Teológica. Belo Horizonte, v. 30, n. 81, p. 161-181, Mai/Ago 1998.

PAULO VI, Papa. Exortação apostólica Evangelii nuntiandi. São Paulo: Paulus, 1997.

PONTIFICI COMISIÓN PARA AMÉRICA LATINA. “La emergencia educativa y la traditio de la fe a las nuevas generaciones latinoamericanas”: aActas Reunión Plenaria. Roma: Vaticana, 2014.

POTTMEYER, Hermann J. Tradição. In: FISICHELLA, R.; LATOURELLE, R. Dicionário de Teologia Fundamental. Petrópolis: Vozes, 1994, p. 115-120.

RAHNER, Karl. Significado permanente del Vaticano II. Seleciones de Teología, v. 31, n. 121, p. 31-39, 1992.

RAHNER, Karl. Vaticano II: começo de uma renovação. São Paulo: Herder, 1966.

SCATENNA, Silvia. In populo pauperum: la Chiesa latainoamericana dal Concilio a Medellín (1962-1968). Bologna: ll Mulino, 2007.

SILVA, Sebastião da. Educação: um instrumento para a humanização preparando o homem para o terceiro milênio – civilização do amor. Revista de Cultura Teológica. São Paulo, v. 5, n. 20, p. 9-19, 1997.

SOBRINO, J. Humanizar uma civilização enferma. Concilium, Petrópolis, n. 329, s. 1, p. 70-80, 2009.

SUESS, Paulo. Medellín e os sinais dos tempos. Revista Eclesiástica Brasileira. Petrópolis, n. 232, p. 852-870, Dez 1998.

TARDIF, Maurice. Saberes docente e formação profissional. 16. ed., Petrópolis: Vozes, 2014.

VEEN, Wim; BEN, Vrakking. Homo Zappiens: educando na era digital; tradução Vinícius Figueira. Porto Alegre: Armed, 2009.




DOI: https://doi.org/10.23925/rct.i94.44580

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Cultura Teológica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: