A PÓS-GRADUAÇÃO COMO LÓCUS DA PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO SOBRE CURRÍCULO NO NORDESTE DO BRASIL

Francisca Pereira Salvino

Resumo


Este trabalho objetiva analisar as condições de produção e circulação do conhecimento no campo do currículo em universidades situadas no Nordeste, em seus arranjos e enredamentos com a política nacional de pós-graduação. Pelos propósitos que apresenta, a abordagem teórico-metodológica situa-se na vertente pós-estruturalista, tomando como referências pensadores como Ball (2001), Bhabha (2007), Foucault (2008), Gadelha (2009), Burity (2008), Laclau (2002; 2009), Lopes (2005; 2006), Mainardes (2006). Esse referencial permite uma análise mais condizente com as demandas, exigências e complexidades da sociedade atual, haja vista voltarem-se à diferença, à cultura, ao hibridismo, à resistência. Nessa perspectiva, sustento o argumento de que a produção do conhecimento e uma circulação mais equânime dessa produção ocorrerão, na medida em que as padronizações e pretensões universalizantes, bem como os processos de subjetivação e particularização inerentes à política de pós-graduação favoreçam a interculturalidade, ou seja, intensifique os fluxos de conhecimento entre diferentes regiões, locais, pessoas e grupos sem discriminação negativa.

Palavras-chave


produção de conhecimento – nordeste – interculturalidade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais