REFLEXÕES SOBRE APRENDIZAGEM: DE PIAGET A MATURANA

Maria Dolores Fortes Alves

Resumo


Nesse artigo faremos reflexões sobre o aprender e aprendizagem. Não é sobre qualquer aprendizagem que discorreremos. É do aprender com a mente, corpo, alma, emoção, intuição e espírito. Uma aprendizagem transdisciplinar, e, portanto, singular. Uma aprendizagem legitimadora da autoria de pensamento, da inteireza da vida e do viver. Para tal, percorremos os caminhos da neuroaprendizagem também apresentando o olhar da Psicopedagogia sobre o aprender. Adiante, discorreremos brevemente sobre as ideias de Jean Piaget, Lev Vygotsky e Henri Wallon, para então seguirmos com a biologia cognitiva de Humberto Maturana. E, assim, encontraremos novas possiblidades de aprendizagem, de autoria de pensamento e do habitar-se. Busca-se uma visão do aprender que não nos faça escravos das palavras, mas dê asas aos nossos pensamentos e sonhos, outorgando-nos a autoria de ser-si mesmo.

Palavras-chave


aprendizagem; biologia cognitiva; novos paradigmas

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais