FORMAÇÃO DE PROFESSORES COM FILMES: OS CLICHÊS COMO FORMADORES DE DOCENTES E INDICADORES DOS MÚLTIPLOS CAMINHOS DA CENTRALIZAÇÃO CURRICULAR

Nilda Guimarães Alves, Alessandra da Costa Barbosa Nunes Caldas, Rebeca Silva Brandão Rosa

Resumo


O texto busca mostrar como, em projeto desenvolvido em cineclubes, em alguns municípios do Rio de Janeiro, buscando caracterizar os ‘mundos culturais’ dos docentes existentes nas tantas redes educativas que formam e nas quais se formam, existe a possibilidade de identificação tanto dos ‘clichês’ - tal como entendido por Deleuze e autores diversos que trabalham com sua obra – que aparecem em filmes sobre “escolas, professores e estudantes”, como compor tessituras em ‘conversas’ com professores que indicam possibilidades de se ir além deles.  Este quadro, na compreensão que temos, mostra alguns caminhos para entendermos melhor as diversas redes de práticasteorias de formação dos docentes e as possibilidades que temos de irmos além dos processos de centralização curriculares que estão em curso no Brasil, no presente.


Palavras-chave


clichês; filmes sobre escolas; professores e estudantes; mundos culturais dos docentes; redes educativas

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais