A PEDAGOGIA FREIREANA EM ESCOLAS DE EJA: REINVENÇÃO E LIMITES

Levi Nauter de Mira, Danilo Romeu Streck

Resumo


O artigo aborda uma experiência com Educação de Jovens e Adultos na qual Paulo Freire foi o principal referencial teórico, buscando verificar os modos de implementação de uma prática pedagógica na qual durante dez anos a educação popular foi assumida como política pública no governo municipal petista de Gravataí, Rio Grande do Sul. Após introduzir o contexto em que se situa o campo empírico e apresentar a metodologia de pesquisa, são analisados os principais temas que emergiram na pesquisa realizada: atualidade freireana, participação, políticas públicas e juvenilização da EJA. Entre as conclusões destacam-se, como aspectos positivos, a prática da avaliação emancipatória e a conquista de um espaço semanal para a formação permanente dos professores. Como principal limite aponta-se a ausência da participação da própria comunidade na construção da proposta.


Palavras-chave


educação popular; Paulo Freire; educação de jovens e adultos; políticas públicas

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais