PARTICIPAÇÃO E AUTONOMIA NA GESTÃO COMO REFERÊNCIA PARA REIVENTAR A TEORIA FREIRIANA NA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Salomão Mufarrej Hage, Ricardo Augusto Gomes Pereira

Resumo


O artigo examina os processos de gestão democrática e suas estratégias de organização e mobilização para a construção de um projeto popular de educação pública no município de Cametá no Estado do Pará. A análise foi desenvolvida por meio de levantamento bibliográfico e documental e de pesquisa de campo, através de entrevista com o dirigente municipal. Seus resultados se inserem no âmbito da pesquisa “Paulo Freire na atualidade: legado e reinvenção”, desenvolvida por uma rede nacional de pesquisadores coordenada pela Cátedra Paulo Freire da PUC de São Paulo; e evidenciam que a rede municipal de ensino quando fez opção por uma educação crítico-emancipadora, aplica os princípios da participação e da autonomia nos processos de gestão pública, colaborando para a reinvenção da teoria Freireana na atualidade.


Palavras-chave


gestão democrática; participação; autonomia; teoria freireana; escola pública

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais