A CRIANÇA PROTAGONISTA NO CURRÍCULO E NA PRÓPRIA AVALIAÇÃO: UMA PESQUISA-AÇÃO REALIZADA EM DUAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE SÃO PAULO

Cristina Aparecida Colasanto

Resumo


Este artigo é um recorte de uma pesquisa de Doutorado sobre a elaboração de relatórios de avaliação de duas Escolas Municipais de Educação Infantil, localizadas na cidade de São Paulo, cujo objetivo foi investigar o registro da participação das crianças nesses documentos. Considerando a criança como ator social, propondo que suas experiências constituam o centro do planejamento e que a proposta curricular inclua a participação da criança (EDWARD et al., 1999; JAMES et al., 1998; SARMENTO, 2007; FARIA et al., 2002), são abordados também aqueles procedimentos mais utilizados em avaliação com crianças, como a observação e registros escritos (FREIRE, 1983; WARSCHAUER, 1993; COLASANTO, 2007). A pesquisa foi desenvolvida seguindo a metodologia de pesquisa-ação, proposta por Thiollent (2004), em que o pesquisador e os participantes propõem intervenções sobre a realidade, indo além da descrição e observação do campo de estudo. Os resultados revelam que na escrita do relatório, a criança torna-se o sujeito principal, resgatando assim suas falas, ações, interações e o acompanhamento do processo de ensino-aprendizagem, desvelando também a proposta curricular da EMEI. Em avaliação, as entrevistas com as crianças indicam o que elas pensam sobre os projetos e atividades desenvolvidas por elas na escola, proporcionando assim, o auto-conhecimento. Verifica-se que  a opinião da criança pode trazer à prática docente o replanejamento das atividades.


Palavras-chave


avaliação; currículo; educação infantil

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais