FIOS QUE SE UNEM NAS TRAMAS DO CURRICULO E DA FORMAÇÃO

Neide Cavalcante Guedes, Hilda Mara Lopes Araujo

Resumo


Este estudo objetiva compreender como a relação entre o currículo instituído e a formação propriamente dita acontece e se manifesta nos contextos de estágios supervisionados, considerando que o curso de Pedagogia tem como eixo principal a formação de professores para a educação infantil e os primeiros anos do ensino fundamental. Partimos do pressuposto de que discutir o currículo conduz necessariamente a uma reflexão sobre: Como o professor é formado? Com base nessa formação, como ele operacionaliza a sua prática? O campo empírico se constituiu de 25 (vinte e cinco) alunos do último período do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Piauí, e desse total sorteamos aleatoriamente 10 (dez) alunos para compor a nossa amostra. Na perspectiva metodológica, o estudo se caracteriza como uma pesquisa qualitativa cujo dispositivo de mediação se constitui de um questionário composto de questões abertas no qual os alunos puderam expressar suas angústias e tensões originadas desse momento de conclusão da formação inicial. Os resultados apontam que as reflexões trazidas pelos alunos nos conduziram à apreensão de que a relação instituinte/instituído do currículo provoca conflitos e tensões que podem acarretar processos de institucionalização dinâmicos e únicos considerando ser nessa perspectiva que se opera a relação entre currículo e formação.

 


Palavras-chave


Currículo. Formação. Curso de Pedagogia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2017v15i3p764-786

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais