PAULO FREIRE NA ATUALIDADE: LEGADO E REINVENÇÃO

Ana Maria Saul

Resumo


Este texto apresenta a pesquisa que investiga a materialidade e a reinvenção do legado freireano, na atualidade, em espaços públicos de educação, na realidade brasileira. Tendo como contexto de origem a Cátedra Paulo Freire da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), essa pesquisa vem sendo realizada, com apoio do CNPq, por pesquisadores de 14 programas de Pós-Graduação em Educação, sediados em 10 estados brasileiros. Este artigo relata o processo e os resultados da 2ª edição dessa pesquisa, desenvolvida no período 2012 a 2015. O quadro de referência dessa investigação é a pedagogia freireana, com destaque dos quatro eixos que balizaram a política educacional da gestão Paulo Freire, em São Paulo (1989-1992):  currículo, gestão democrática, formação de educadores e educação de jovens e adultos. Duas linhas de trabalho foram definidas para a   produção dos dados.  A primeira delas caracterizou-se pela análise de dissertações e teses realizadas com e a partir de referenciais freireanos e, a segunda, consistiu no desenvolvimento de pesquisas empíricas.  Com abordagem qualitativa, a metodologia incluiu as modalidades de estudo de caso e pesquisa -ação. Este artigo sintetiza os resultados desses estudos, coordenados pela equipe de pesquisadores. Os resultados da pesquisa demonstraram que o pensamento de Paulo Freire continua vivo e atual, oferecendo contribuições relevantes para as políticas e práticas educativas. A pedagogia freireana   penetra diferentes áreas e subáreas do conhecimento e se alonga em diferentes campos de estudo, aproximando-se de problemáticas contemporâneas.


Palavras-chave


Paulo Freire; políticas e práticas de currículo; gestão; formação de educadores; educação de jovens e adultos

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais