A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO ESCOLAR E O PROTAGONISMO DOCENTE E DISCENTE

Maria de Lourdes Rangel Tura

Resumo


Nesse texto se objetiva analisar, a partir de dados colhidos em uma pesquisa de cunho etnográfico, a construção do currículo escolar em uma  escola pública de Ensino Fundamental do município do Rio de Janeiro. É importante distinguir nesse contexto as aceleradas mudanças sócio-políticas e tecnológicas do tempo em que vivemos e seu impacto no campo da educação escolar, o que tem propiciado a proliferação de políticas curriculares e de novos padrões de avaliação externa do desempenho escolar. Estão em foco as múltiplas identidades e culturas docentes e discentes que no interior da escola iam ressignificando, recontextualizando as propostas curriculares que se apresentam fortemente ligadas aos processos de avaliação externa. O estudo apoiou-se nos conceitos de recontextualização por hibridismo, como formulado por Alice Casimiro Lopes, e de performatividade, na concepção de Stephen Ball e Gert Biesta. Destaca-se o protagonismo docente e discente em confronto com os novos regulamentos, propostas pedagógicas e a busca da Secretaria de Educação de alcançar bons padrões de desempenho dos alunos e alunas da rede de ensino do município.


Palavras-chave


Políticas Curriculares. Avaliação Externa do Desempenho Escolar. Construção do Currículo.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais