GESTÃO CURRICULAR NO ENSINO SUPERIOR: CONTEXTOS DE DESENVOLVIMENTO

Itamar Mendes da Silva, Jorge Nassim Vieira Najjar, Marcelo Lima

Resumo


Este artigo tem como objetivo discutir a gestão de currículo no Ensino Superior, por meio da descrição e da análise dos processos coletivos, internos e sistemáticos de revisão de currículos empreendidos na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). O desenvolvimento das reflexões requereu tomar como ponto de partida a Universidade, tendo em vista sua criação, seu conceito e suas perspectivas. Discutir o currículo em seus contextos, caminhos e descaminhos, em uma instituição universitária pública, localizada no menor e menos rico Estado do Sudeste, como é essa proposta, exigiu tecer considerações sobre: a) conceito, significado e possibilidades organizativas do Currículo no Ensino Superior e, especificamente, na universidade; b) caminhos e perspectivas da Ufes no processo de organização de currículo. Assim, as reflexões consideraram esses elementos e foram realizadas a partir do exame de documentos e do conteúdo de entrevista. O estudo possibilitou concluir que se faz necessário problematizar a pseudoneutralidade dos indicadores educacionais, sua capacidade de indução de práticas curriculares no Ensino Superior; problematizar a expropriação da autonomia curricular dos docentes e sua responsabilização pelos resultados educacionais; e, também, afirmar o caráter contraditório dos processos coletivos e colegiados de decisão curricular nas relações com os sujeitos individuais e coletivos responsáveis por conceber, elaborar, praticar e avaliar o currículo no Ensino Superior.


Palavras-chave


Gestão de Currículo; Ensino Superior; Currículo; Avaliação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i1p40-62

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais