FORMANDO PEDAGOGOS: UMA ARQUITETURA CURRICULAR DIFERENCIADA

Marina Graziela Feldmann, Regina Giffoni Luz de Brito

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar a construção da reforma curricular do curso de pedagogia de uma universidade comunitária na cidade de São Paulo, na perspectiva da avaliação processual e de contexto tendo como referência uma arquitetura curricular diferenciada. Essa reformulação foi elaborada coletivamente por alunos, professores e gestores da Faculdade de Educação. Este é um estudo qualitativo, descritivo e explicativo. A primeira fase caracterizou-se como sendo avaliação diagnóstica de curso utilizando-se de informações obtidas junto à Coordenadoria de Vestibulares e Concursos. Na segunda fase foi utilizada análise documental, entrevistas semi-estruturadas junto aos alunos atuais à época e aos egressos, e entrevistas coletivas junto aos docentes. Foram definidos os pressupostos norteadores do novo currículo que foi desenhado, os quais apontaram para a necessidade do saber plural, a relatividade histórica e situada do conhecimento, a aproximação entre teoria e prática e a adoção de propostas interdisciplinares. A construção da nova arquitetura curricular foi acompanhada por um processo contínuo de avaliação embasado na legitimação das opções tomadas em fóruns denominados sínteses devolutivas.

Palavras-chave


formação; arquitetura curricular; pedagogia.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais