ÉTICA DA LIBERTAÇÃO: DAR O PEIXE E ENSINAR A PESCAR

Raul Ribas, Marta Solange Perin Ribas

Resumo


Este artigo analisa a situação atual da pobreza no Brasil, sua tendência em função dos programas assistencialistas adotados pelo governo e a suficiência dos mesmos para a emancipação definitiva da população mais carente do país. Esta análise é fundamentada na obra Ética da Libertação de Enrique Dussel, com base na qual se discute a eficácia destes programas com relação à sua capacidade de alcançar as condições necessárias e suficientes para a ‘produção, reprodução e desenvolvimento da vida humana’, para esta população. Conclui que, muito embora estes programas sejam necessários no curto prazo, não serão suficientes para assegurar a emancipação pretendida no longo prazo, tanto do ponto de vista econômico, como o da Ética da Libertação. Para atingi-las, propõe a criação de um sistema de Empreendedorismo de Base Comunitária, que subsuma os programas atuais, desenvolvendo as ações necessárias para a criação de um modelo econômico fundamentado na gestão comunitária de recursos e, outro, na área educacional, com a aplicação de um programa para formação de empreendedores de base comunitária para dar suporte a esta iniciativa.

Palavras-chave


Políticas Públicas para Pobreza - Ética da Libertação - Economia Solidária - Programa de Formação de Empreendedores.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais