Contextualizando momentos da trajetória do ensino de cálculo na graduação em matemática da USP
Contextualizing moments of the trajectory of teaching calculus in mathematics graduation course of USP

Gabriel Loureiro de Lima

Resumo


O presente estudo, tomando como objeto de análise quatro importantes momentos da trajetória da disciplina inicial de Cálculo Diferencial e Integral do curso de graduação em Matemática da Universidade de São Paulo, procuramos evidenciar que muitas das transformações ocorridas durante o desenvolvimento de tal disciplina foram consequências de transformações mais amplas que estavam ocorrendo nos domínios da Matemática, da Educação ou da Educação Matemática. Mais do que mudanças locais, foram reflexos da influência exercida por modelos de ensino presentes em instituições do exterior e que começaram a ganhar espaço no país e também de mudanças nas concepções a respeito do papel do professor e do estudante no processo de ensino e aprendizagem na universidade.

 

Abstract

The present study, taking as object of analysis four important moments of the trajectory of early discipline of Differential and Integral Calculus in Mathematics graduation course of Universidade de São Paulo, we show that many of the transformations that occurred during the development of this discipline were consequences of broader transformations that were taking place in the fields of Mathematics, Mathematics Education or Education. More than local changes were reflections of the influence exerted by teaching models present in institutions abroad and began to gain traction in the country and also changes in conceptions about the role of teacher and student in the process of teaching and learning in university.



Palavras-chave


Ensino Superior; Cálculo Diferencial e Integral; Universidade de São Paulo

Texto completo:

PDF

Referências


ÁVILA, G. (2002). O Ensino do Cálculo e da Análise. Revista Matemática Universitária, São Paulo, n.33, p. 83-95, dez.

BARDIN, L. (2006). Análise de Conteúdo. Lisboa, Edições 70.

BARON, M. E. & BOS, H. J. M. (1985). Curso de história da matemática: origens e desenvolvimento do cálculo. Tradução de José Raimundo Braga Coelho, Rudolf Maier e Maria José M. M. Mendes. Brasília, Editora da Universidade de Brasília, 5 v.

BOLÍVAR, A. (2002). “De nobis ipsis silemus?”: Epistemologia de al investigación biográfico-narrativa em educación. Revista Electrónica de Investigación Educativa, 4(1). Disponível em http://redie.ens.uabc.mx/vol4no1/contenido-bolivar.html. Último acesso em 16/11/2011.

BONOMI, M. C. (2009). Entrevista concedida a Gabriel Loureiro de Lima. São Paulo, 06 de março.

CANTORAL, R. (1993). Hacia una didáctica del cálculo baseada en La cognición. Memorias de la Séptima Reunión Centroamericana y del Caribe sobre Formación de Profesores e Investigación en Matematica Educativa, Panamá, Universidad de Panamá.

CERRI, C. (2009). Entrevista concedida a Gabriel Loureiro de Lima. São Paulo, 29 de abril.

CHERVEL, A. (1990). História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação. Porto Alegre, Palmarinca n. 2, p. 177-229.

CUNHA, M. I. (2004). Diferentes Olhares sobre as Práticas Pedagógicas no Ensino Superior: a docência e sua formação. Educação, Porto Alegre, ano XXVII, n.3 (54), p. 525 – 536, set./dez.

DE SOUZA, V. H. G. (2009). Entrevista concedida a Gabriel Loureiro de Lima. São Paulo, 06 de novembro.

FISCHER, B. T. D. (2009). Docência no Ensino Superior: questões e alternativas. Educação, Porto Alegre, v. 32, n. 3, p. 311 – 315, set./dez.

FREUDENTHAL, H. (1973). Mathematical Rigour. Mathematics as an Educational Task. Netherlands, D. Reidel Publ., p. 147-154.

GAERTNER, R. & BARALDI, I. M. (2008). Um Ensaio Sobre História Oral e Educação Matemática: pontuando princípios e procedimentos. Bolema. Rio Claro (SP), ano 21, no 30, pp. 47-61.

GARNICA, A. V. M. (2003). História Oral e Educação Matemática: de um inventário a uma regulação. Zetetiké. Campinas – SP, CEMPEM/FE/UNICAMP, vol. 11, n. 19, pp. 9-55, jan./jun.

______. (2004). (Re)Traçando Trajetórias. (Re)Coletando Influências e Perspectivas: Uma Proposta em História Oral e Educação Matemática. Educação Matemática: pesquisa em movimento. In: (Org.) BICUDO, M. A.; BORBA, M. C.; São Paulo, Cortez Editora, 151-163.

______. (2007). História oral em educação matemática: outros usos, outros abusos. Guarapuava: SBHMat,. 84 p. – (Coleção História da Matemática para Professores).

GASCON, J. (2009). El problema de la Educación Matemática entre la Secundaria y la Universidad. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 11, n. 2, pp. 273 – 302.

GATTI, B. A. (1996). Diagnóstico, problematização e aspectos conceituais sobre a formação do magistério (subsídio para o delineamento de políticas na área). São Paulo, Departamento de Pesquisas Educacionais, Fundação Carlos Chagas. Disponível em: http://www.fcc.org.br/biblioteca/publicacoes/textos_fcc/arquivos/1322/arquivoAnexado.pdf - último acesso em 25 de setembro de 2013.

GOMIDE, E. F. (2008). Entrevista concedida a Gabriel Loureiro de Lima. São Paulo, 4 de novembro.

GRATTAN-GUINNES, I. (1997). O que foi e o que deveria ser o Cálculo? Zetetiké. Campinas-SP, CEMPEM/FE/UNICAMP, vol. 5, n. 7, pp. 69-94, jan./jun.

HELLMEISTER, A. C. P. (2009). Entrevista concedida a Gabriel Loureiro de Lima. São Paulo, 10 de fevereiro.

LIMA, G. L. (2012a). A disciplina de Cálculo I do curso de Matemática da Universidade de São Paulo: um estudo de seu desenvolvimento, de 1934 a 1994. Tese de doutorado em Educação Matemática. São Paulo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

______. (2013a). O Ensino do Cálculo no Brasil: breve retrospectiva e perspectivas atuais. Anais do XI Encontro Nacional de Educação Matemática (ENEM). Curitiba, Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

______. (2013b). A Implantação e o Desenvolvimento da Disciplina de Cálculo no Brasil: o modelo difundido pela USP. Anais do VII Congresso Iberoamericano de Educação Matemática (CIBEM). Montevidéu, Uruguai.

LIMA, G. L. & SILVA, B. A. (2012). O Ensino do Cálculo na Graduação em Matemática: considerações baseadas no caso da USP. Anais do V Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática (SIPEM). Petrópolis-RJ.

MASETTO, M. (1998). Docência na Universidade. Campinas-SP, Papirus.

MATTOS, A. C. de. (2011). A Matemática no Contexto da Criação da Universidade de São Paulo em 1934. Anais do IX Seminário Nacional de História da Matemática. Disponível em http://www.each.usp.br/ixsnhm/Anaisixsnhm/Comunicacoes/1_Mattos_A_C_Matem%C3%A1tica_no_Contexto_da_Cria%C3%A7%C3%A3o_da_Universidade_de_S%C3%A3o_Paulo.pdf – último acesso em 25 de setembro de 2013.

MEIHY, J. C. S. B. (1996). Manual de História Oral. São Paulo, Loyola.

OLIMPIO JUNIOR, A. (2007). Primeiro Ano num Curso de Matemática: a definição de função e a dualidade local/global em conceitos de Cálculo. Bolema. Rio Claro (SP), ano 20, no 28, 2007, pp. 39 a 67.

OLIVEIRA, A. S. V. (2004). O ensino do cálculo diferencial e integral na Escola Politécnica de São Paulo, ano de 1904: uma análise documental. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática. Rio Claro-SP, IGCE, UNESP.

OLIVEIRA LIMA, L. de. (1985). Mutações em Educação segundo Mc Luhan. Petrópolis-RJ, Editora Vozes, 18ª Ed.

PIMENTA, S. G. & ANASTASIOU, L. das G. C. (2002). Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez (coleção Docência em Formação v. 1).

PIRES, R. C. (2006). A presença de Nicolas Bourbaki na Universidade de São Paulo. Tese de doutorado em Educação Matemática, São Paulo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

PRANDI, L. R. (2009). Tendências do Processo Didático-Pedagógico no Ensino Superior na Contemporaneidade. Akrópolis, Umuarama, v.17, n. 3, p. 137 – 142, jul./set.

REIS, F. S. (2001). A tensão entre Rigor e Intuição no ensino de Cálculo e Análise: a visão de professores-pesquisadores e autores de livros didáticos. Tese de doutorado em Educação. Campinas, Faculdade de Educação, UNICAMP.

REZENDE, W. M. (2003). O Ensino de Cálculo: dificuldades de natureza epistemológica. Tese de doutorado em Educação. São Paulo, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo.

SALINAS, P. & ALANÍS, J. A. (2009). Hacia un Nuevo Paradigma en La Enseñanza del Cálculo dentro de una Institución Educativa. Revista Latinoamericana de Investigación en Matemática Educativa (RELIME), vol. 12, n. 3, p. 355 – 382, nov.

SAVIANI, D. (2010). A Expansão do Ensino Superior. Poíesis Pedagógica. Catalão-GO, UFG, v. 8, no2, pp. 4-17, ago/dez. Disponível em www.revistas.ufg.br/index.php/poiesis/article/download/14035/8876 - último acesso em 26 de setembro de 2013.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA