O ensino de matemática para alunos surdos: dentro e fora do texto em contexto
Teaching math students for deaf: in and out of text in context

Geraldo Eustáquio Moreira

Resumo


Este texto teve como objetivo principal problematizar o ensino de Matemática para alunos surdos, articulando a Educação Matemática Inclusiva aos preceitos dos estudos culturais dos surdos. E, mais restritamente, trazer reflexões acerca das estratégias e recursos visuais no ensino bilíngue para esses alunos, bem como refletir sobre a inclusão da cultura surda no ensino e aprendizagem de Matemática. Para a construção do manuscrito, utilizou-se de recursos reflexivos e provocativos sobre a problemática, desde a ideia de autonomia dos alunos com NEE; articulando as memórias da escola inclusiva aos preconceitos e mitos sobre a surdez; defendendo, ainda, a LIBRAS como um traço da identidade da comunidade surda, para discutir os desafios do ensino de Matemática para os alunos surdos. Ao final, encontram-se as sugestões que apontam para um ensino de Matemática mais eficaz para alunos surdos, sugeridas no decurso do debate ocorrido durante o Seminário.


Abstract

This text had as main objective problematize the teaching of Mathematics to deaf students, articulating the Inclusive Mathematics Education to the deaf cultural studies precepts. And being more narrowly it brings reflections about strategies and visual resources in the bilingual education to these students reflecting as well about the inclusion of the deaf culture into the teaching and learning of Mathematics. To the construction of the manuscript, reflexive and provocative resources around the problematic were used since the idea about autonomy of the students with Special Education Needs; articulating the memories of inclusive school to precepts and myths about deaf, even defending the Brazilian Sign Language as a trace of the identity of the deaf community in order to discuss the challenges of the teaching of Mathematics to deaf students. At the end, are the suggestions pointing to a more effective mathematics teaching for deaf students. 



Palavras-chave


NEE e Surdez; Preconceitos e mitos; Libras e identidade; Educação Matemática Bilíngue.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

AMARAL, Ligia Assumpção. Pensar a diferença/deficiência. Brasília, CORDE, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei Nº. 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS e dá outras providências. Brasília: Secretaria de Educação Especial, 2002.

________. Saberes e práticas da inclusão: desenvolvendo competências para o atendimento às necessidades educacionais especiais de alunos surdos. 2 ed. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Especial, 2006.

CAMPELLO, Ana Regina e Souza. Pedagogia visual na educação dos surdos‐mudos. Tese (Programa de Pós‐Graduação em Educação). Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2008.

CORREIA, Luís de Miranda. Educação Especial e Inclusão: Quem disser que uma vive sem a outra não está no seu perfeito juízo. Porto: Porto Editora, 2003.

________. Inclusão e Necessidades Educativas Especiais: Um guia para educadores e professores. Porto: Porto Editora, 2008.

CUKIERKORN, Mônica Moreira de Oliveira Braga. A escolaridade especial do deficiente auditivo: estudo crítico sobre os procedimentos didáticos especiais. Dissertação (Mestrado em Educação). São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação, 2012.

D’AMBRÓSIO, Ubiratam. Educação Matemática: da teoria a prática. Campinas: Papirus, 2000.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. 8 ed. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 2001.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. A Formação do professor pesquisador – 30 anos de pesquisa. São Paulo: Revista E-Curriculum, v. 1, n. 1, 2006. Disponível em: http://www.pucsp.br/ecurriculum. Acessado em 20/05/2015.

FERREIRA BRITO, Lucinda. Integração social & educação de surdos. Rio de Janeiro: Babel, 1993.

FREIRE, Paulo. Sobre educação: Diálogos/Paulo Freire e Sérgio Guimarães. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

________. A Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 6. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

HOMAD, Cynthia Duk. Educar na diversidade: material de formação docente. 3. ed. Brasília: MEC/SEESP, 2006.

KARNOPP, Lodenir Becker. Língua de Sinais na educação dos surdos. In: THOMA, Adriana da Silva; LOPES, Maura Corcini (Orgs.). A invenção da surdez: cultura, alteridade, identidade e diferença no campo da educação. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2004.

KANT, Immanuel. Fundamentação da metafísica dos costumes. São Paulo: Abril Cultural, 1980.

LODI, Ana Claudia Balieiro. Educação bilíngue para surdos e inclusão segundo a Política Nacional de Educação Especial e o Decreto n 5.626/05. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 39, n. 1, p. 49‐63, jan./mar. 2013.

LOWRY, Lois. O Doador. Tradução de Maria Luiza Newlands. Rio de Janeiro: Sextante, 1993.

MOREIRA, Geraldo Eustáquio. Representações sociais de professoras e professores que ensinam Matemática sobre o fenômeno da deficiência. Tese (Doutorado em Educação Matemática). São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, 2012.

________. Resolvendo problemas com alunos com Transtornos Globais do Desenvolvimento: desafios e conquistas. Educação Matemática em Revista-RS, v. 01, pp. 38 - 48, 2014.

________. A Educação Matemática Inclusiva no Contexto da Pátria Educadora e do Novo Plano Nacional de Educação: Reflexões e Provocações. III Fórum de Discussão: “Parâmetros Balizadores da Pesquisa em Educação Matemática no Brasil” - SBEM e GT 19 da ANPED. São Paulo: PUC/SP, 2015.

Moreira, Geraldo Eustáquio; Manrique, Ana Lúcia. Challenges in Inclusive Mathematics Education: Representations by Professionals Who Teach Mathematics to Students with Disabilities. Creative Education, 5, pp. 470-483, 2014a.

________. Educação Inclusiva: Representações Sociais de Professores que Ensinam Matemática. In TARTUCI, D. Educação Especial e Inclusão: das políticas públicas às práticas educativas. Poíesis Pedagógica, Vol. 12, pp.127 - 149, 2014b.

NÓVOA, António. O futuro presente dos professores: dilemas da profissão e da formação docente. Palestra apresentada no Simpósio Internacional Crise da Razão e da Política na Formação Docente. Rio de Janeiro, 2001.

PAIXÃO, Natalina do Socorro Sousa Martins. Saberes de professores que ensinam Matemática para alunos surdos incluídos na escola de ouvintes. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática). Belém: Universidade Federal do Pará, 2010.

PIAGET, Jean. O juízo moral na criança. São Paulo: Summus, 1994.

PONTE, João Pedro da. A vertente profissional da formação inicial de professores de Matemática. Educação Matemática em Revista, São Paulo, n. 11A, pp. 03-08, 2002.

PONTE, João Pedro da; OLIVEIRA, Hélia. Remar contra a maré: a construção do conhecimento e da identidade profissional na formação inicial. Revista de Educação, v. 11, nº 2. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2002.

RAPOLI, Edilene Aparecida. A Educação Especial na perspectiva da Inclusão Escolar: a escola comum inclusiva. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2010.

SANTALÓ, Luís Antonio. Matemática para Não-Matemáticos. (1990). In: PARRA, Cecilia; SAIZ, Irma (Orgs). Didática da Matemática: Reflexões Psicopedagógicas. Porto Alegre: Artmed, 1996.

SKLIAR, Carlos. A surdez: um olhar sobre as diferenças. 5 ed. Porto Alegre: Mediação, 2005.

SCHÖN, Donald Alan. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, António (Coord.). Os professores e sua formação. 2 ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

________. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

TOREZAN, Ana Maria. Psicologia escolar e a nova conjuntura educacional brasileira. In GUZZO, Raquel. S. L. (Org.). Psicologia Escolar: LDB e Educação Hoje. Campinas: Alínea, 1999.

UNESCO. Final Reporto in the World Conference on Special Needs Education: Acess Quality. Salamanca, Ministry of Education and Science, 1994.

VYGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras Escogidas V. Fundamentos de defectologia. Madrid: Visor, 1997.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA