O espaço e suas relações: uma sequência de atividades em construção
Space and its relations: a sequence of activities under construction

Eliane Matheus Plaza, Edda Curi

Resumo


Resumo

Este artigo apresenta um recorte de nossa tese de doutorado. Apresenta o episódio de discussão que envolveu a participação das professoras dos anos iniciais na produção de uma sequência de atividades, com a finalidade de trabalhar em sala de aula o tema matemático Espaço e suas relações. Para subsidiar essa discussão, como aporte teórico, recorreu aos estudos que discutem o desenvolvimento profissional docente e o trabalho colaborativo. Esse episódio assinalou a necessidade de o professor ampliar e aprofundar seus conhecimentos dos conteúdos que espera ensinar, e a contribuição significativa do trabalho em um grupo colaborativo para o desenvolvimento profissional das professoras.


Abstract

The present article is a cut-off of our doctoral thesis. It shows the episode of discussion that involved the participation of elementary school teachers in the production of a sequence of activities aiming to work on the mathematical topic Space and its relations in their classrooms. In order to support that discussion theoretically, we searched for studies that discuss professional teacher develoment and collaborative work. Such episode emphasized the necessity for the teachers to increase and deepen their knowledge on the contents they expect to teach and the meaningful contribution of collaborative group work for the teachers’ professional development.


Palavras-chave


Espaço e suas relações; Sequência de Atividades; Grupo de Pesquisa Colaborativo; Desenvolvimento Profissional Docente.

Texto completo:

PDF

Referências


BALL, Deborah Loewenber; THAMES, Mark Hoover; PHELPS, Geoffrey Content knowledge for teaching: what makes it special? Journal of Teacher Education, v. 59, sem. 5, p. 389-407, nov./dez. 2008. Disponível em: Acesso em: abr. 2013.

BOAVIDA, Ana Maria. R; PONTE, João Pedro da. Investigação colaborativa: potencialidades e problemas. In: GTI (Org.). Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM, 2002. p. 43-55. Disponível em: Acesso em: mar. 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. PDE | Prova Brasil: plano de desenvolvimento da educação. Brasília: INEP/MEC, 2009.

COLL, César; TEBEROSKY, Ana. Aprendendo matemática: conteúdos essenciais para o ensino fundamental de 1ª a 4ª série. São Paulo: Editora Ática, 1999.

CURI, Edda. Práticas e reflexões de professoras numa pesquisa longitudinal. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, (online), Brasília, v. 94, n. 237, p. 474-500, 2013. Disponível em: . Acesso em: mar. 2014.

CURI, Edda. A matemática e os professores dos anos iniciais. São Paulo: Musa Editora, 2005.

DAY, Christoper. Desenvolvimento profissional de professores: os desafios da aprendizagem permanente. Porto: Porto Editora, 2001.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

FERREIRA, Ana Cristina. Metacognição e desenvolvimento profissional de professores de matemática: uma experiência de trabalho colaborativo. 2003. Tese (Doutorado em Educação)-Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2003.

FIORENTINI, Dario. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (Org.). Pesquisa qualitativa em educação matemática. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

GUSKEY, Thomas R. Professional development and teacher change. Teachers and Teaching: theory and practice, v. 8, n. 3/4, p. 381-391, 2002. Disponível em: . Acesso em: ago. 2014.

GUSKEY, Thomas R. Research needs to link professional development and student learning. Journal of Staff Development, Spring, v. 8, n. 2, 1997.

IMBERNÓN, Francisco. Reflexiones globales sobre la formación y el desarrollo profesional del profesorado en el Estado español y Latinoamérica. Educar, n. 30, p. 15-25, 2002. Disponível em: Acesso em: mar. 2014.

MARCELO, Carlos. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo: revista de ciências da educação, Lisboa, Portugal, n. 8, p. 7-22, 2009. Disponível em: Acesso em: mar. 2014.

MARCELO, Carlos. La formación inicial y permanente de los educadores. Concelo escolar del estado. In: Los educadores em La sociedad Del siglo XXI. Madri: Ministério de educación, cultura y deporte, 2002. Disponível em: Acesso em: mar. 2014.

MENEZES, Luis. Desenvolvimento profissional de professores pela investigação das suas práticas: uma experiência colaborativa no campo da comunicação matemática, 2005. Disponível em: Acesso em: mar. 2014.

MENEZES, Luis. Da reflexão à investigação: percursos de desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo na área de matemática. Quadrante, Lisboa, Portugal, v. 15, n.1-2, p. 3-32, 2006. Disponível em: . Acesso em: abr. 2014.

MENEZES, Luis; PONTE, João Pedro da. Investigação colaborativa de professores e ensino da Matemática: caminhos para o desenvolvimento profissional. 2009. Jornal Internacional de Estudos em Educação Matemática, 1. Disponível em: Acesso em: mar. 2014.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Aprendizagem da docência: algumas contribuições de LS Shulman. Educação (UFSM), v. 29, n. 2, p. 33-50, 2004.

NACARATO, Adair Mendes. A educação continuada sob a perspectiva da pesquisa-ação: currículo em ação de um grupo de professoras ao aprender ensinando geometria. 2000. Tese (Doutorado em Educação)-Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2000.

NUNES, Terezinha; BRYANT, Peter. Crianças fazendo matemática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

PARRA, Cecilia.; Saiz, Irma. Didática da matemática: reflexões psicopedagógicas. São Paulo: Editora Artmed, 1996.

PARZYSZ, Bernard. La géometrie dans I’enseignement secondaire et em formation de professeurs des écoles: de quoi s’agit-il? G.R.I.M. Quaderni di Ricerca in Didattica, v. 17, p. 121-144. University of Palermo, Italy, 2006. Disponível em: . Acesso em: fev. 2013.

PARZYSZ, Bernard. Knowing vs seeing, problems of plane representation of space geometry figures. Educational Studies in Mathematics, v. 19, p. 79-92, 1988.

PASSOS, Cármen LÚcia Brancaglion; NACARATO, Adair Mender; FIORENTINI, Dario; MISKULIN, Rosana Giaretta Sguerra; GRANDO, Regina Célia; GAMA, Renata Prenstterter; MEGID, Maria Auxiliadora Bueno Andrade, FREITAS, Maria Teresa Menezes; MELO; Marisol Vieira de. Desenvolvimento profissional do professor que ensina matemática: uma meta-análise de estudos brasileiros. Quadrante, Lisboa, Portugal, v. 15, v. 1-2, p. 193-219, 2006. Disponível em: Acesso em: mar 2014.

PIRES, Célia Maria Carolino; CURI, Edda; CAMPOS, Tania Maria Mendonça. Espaço e forma: a construção de noções geométricas pelas crianças das quatro séries iniciais do ensino fundamental. São Paulo: PROEM Editora Ltda, 2000.

PIAGET, Jean. Seis estudos de psicologia. Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 1985.

PIAGET, Jean; INHELDER, Barbel. A representação do espaço na criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

PONTE, João Pedro da. O desenvolvimento profissional do professor de matemática. educação e matemática. Revista Educação e Matemática, n. 31, p. 9-12 e 20, 1994. Disponível em: Acesso em: fev. 2013.

PONTE, João Pedro da. Professores de matemática: das concepções aos saberes profissionais (conferência plenária). In: SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 4., 1993, Lisboa. Actas... Ponta Delgada, Açores Lisboa: APM. 1993. p 59-80.

PONTE, João Pedro da; SERRAZINA, M. L. Professores e formadores investigam a sua própria prática: o papel da colaboração. Revista Zetetiké, v. 11, n. 20, p. 51-84, 2003. Disponível em: Acesso em: 12 fev. 2013.

SAIZ, Irma. A direita... de quem? Localização espacial na educação infantil e nas séries iniciais. In: PANIZZA, M. Ensinar matemática na educação infantil e nas séries iniciais. Porto Alegre: Artmed Editora, 2006.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria Estadual de Educação. Orientações curriculares do estado de São Paulo anos iniciais do ensino fundamental: matemática (EMAI): São Paulo, 2013.

SÃO PAULO. (Município). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de orientação técnica. Cadernos de apoio e aprendizagem: Matemática / Programa de Orientações curriculares. São Paulo: Fundação Padre Anchieta, 2010.

SÃO PAULO. (Município). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de orientação técnica. Orientações curriculares e proposição de expectativas de aprendizagem para o ensino fundamental: ciclo I. São Paulo: SME / DOT, 2007.

SCHÖN, Donald A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre, RS: Artmed Editora, 2008.

SPARKS, Dennis; HIRSH, Stephanie. A new vision for staff development. Alexandria. Association for Supervision and Curriculum Development and National Staff Development Council. 1997.

SPARKS, Dennis; LOUCKS HORSLEY, Susan. Five models of staff development for teachers. Journal of staff Development, v. 10, n. 4, p. 40-57, 1989.

STEWART, Helen. Metaphors of interrelatedness: principles of collaboration. In: CHRISTIANSEN, H. et al. (Eds.). Recreating relationships: collaboration and educational reform. New York, NY: State University of New York Press, 1997. p. 27-53.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2017v19i2p99-118

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA