Aspectos do ensino de Matemática nos Ginásios Vocacionais paulistas: integração de disciplinas e Matemática Moderna
Teaching and learning Math in the Vocational Gymnasiums: some remarks on curricular integration and New Math Movement

Maria Eliza Furquim Pereira Nakamura, Antônio Vicente Marafioti Garnica

Resumo


O artigo trata do ensino de Matemática nos Ginásios Vocacionais, instituições paulistas de ensino secundário criadas em 1961 e extintas pelo Regime Militar em 1968. Alguns aspectos gerais, relativos à proposta pedagógica dessas escolas, são apresentados de modo a sustentar a discussão mais especifica sobre os dois temas centrais neste artigo: o modo como a Matemática operava num contexto em que a integração de disciplinas era um principio fundamental; e a influência da Matemática Moderna nessa instituição.


The so called Ginásios Vocacionais (Vocational Gymnasiums) were an institution created in São Paulo State (Brazil) in 1962 and extinguished by the Brazilian Dictatorial Government in 1968. The main intention of this paper is to discuss some features of the teaching and learning of Mathematics in such schools. Some data on the general educational context are presented in order to support the discussion about the two central issues of this article: the role of Mathematics in a curricular framework in which integration among disciplines was one of the main principles; and the influence of New Math in these Gymnasiums. This paper is based in a research developed using Oral History as its main methodological guide.

 


Palavras-chave


Ginásios Vocacionais, Integração de disciplinas, Matemática Moderna.

Texto completo:

PDF

Referências


BALZAN, N. C. Conversa com professores do fundamental à pós-graduação. São Paulo: Cortez, 2015.

BECHARA, L.; AKAMA, E. B. Geometria no Ginásio: uma experiência realizada nos Ginásios Vocacionais do Estado. 5. Congresso Brasileiro de Ensino de Matemática. 10-15 jan./1966. Anais..., São José dos Campos, SP, 1966.

BURIGO, E. Z. O movimento de matemática moderna no Brasil: encontro de certezas e ambiguidades. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n.18, p.35-47, maio/ago, 2006.

CEDIC. Centro de Documentação e Informação Científica “Prof. Casemiro dos Reis Filho”. Serviço de Ensino Público Vocacional do Estado de São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2014.

CEDIC-SEV. Sem Título. [1970]. Documento em folhas mimeografadas. Digitalizado. CEDIC, ago.2014.

CHIOZZINI, D. F. História e Memória da Inovação Educacional no Brasil: o caso dos Ginásios Vocacionais (1961-70). Curitiba: Appris, 2014.

CORREIA; C. E. F; BRITO, A de J. O Estruturalismo na História da Educação Matemática: o SMSG no Brasil. 2015. Disponível em: . Acesso em: 02 jan. 2017.

FERNANDES, M. E. M. A Matemática Moderna e o Ginásio Estadual Vocacional “Oswaldo Aranha”: uma história contada em mônadas. 2013. XI Encontro Nacional de Educação Matemática. Curitiba-PR, jul./2013. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2017.

FERREIRA, D. G. de A. Ginásio Estadual Vocacional “Candido Portinari” de Batatais: história, sujeitos e práticas. 115 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2007.

GARNICA, A.V.M.; NAKAMURA, M.E.F.P.Mapeando instituições e práticas formadoras: o caso dos Ginásios Vocacionais paulistas. Revista Brasileira de História Oral. (no prelo), 2018.

LYRA, C. B. A evolução da matemática atual através da história e matemática atual. CEDIC-SEV e Secretaria da Educação. set./1966.

MARQUES, S. M. L. Contribuição ao estudo dos Ginásios Vocacionais do Estado de São Paulo: o Ginásio Vocacional Chanceler Raul Fernandes de Rio Claro. 1985. 407 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1985.

MATUCHESKI, S. Diferenciação e Padronização: um estudo sobre o setor litoral da Universidade Federal do Paraná. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

MELILLO, K. M. de C. F. A de L. História de Práticas de Ensinar-Aprender Matemática no Colégio Técnico da UFMG – COLTEC (1969-1997). Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação, Belo Horizonte, 2018.

NAKAMURA, M.E.F.P. Ginásios Vocacionais: estudo narrativo de uma proposta educacional paulista da década de 1960. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

NEVES, J.O ensino público Vocacional em São Paulo: renovação educacional como desafio político - 1961 a 1970. Tese (Doutorado em História) Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas. São Paulo, 2010.

PINTO, N. B.; FERREIRA, A. C. da C. O movimento paranaense de Matemática Moderna: o papel do NEDEM. Revista Diálogo Educacional. Programa de Pós-Graduação da PUC. v. 6, n. 18, mai/ago, 2006.

PRADO, R. de.C. As Faculdades de Tecnologia do Estado de São Paulo: um histórico da instituição e aspectos relativos ao ensino de Matemática nelas praticado. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência). Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, Bauru, 2018.

ROVAI, E. KAWASHITA, N. Avaliação emancipatória nos ginásios vocacionais. In: ______. (Org.) Ensino Vocacional: uma pedagogia atual. São Paulo: Cortez, 2005. p. 92-116.

SALANDIM, M. E. M. Escolas técnicas agrícolas e educação matemática: histórias, práticas e marginalidade. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2007.

SEV. Serviço do Ensino Vocacional. Programação Experimental em Educação. São Paulo. 1969. Digitado por Renata G. Delduque, T68, GT Memória da GVive. 14 jun. 2008. 22 p.

SILVA, H. Centro de Educação Matemática (CEM): fragmentos de identidade. 480f. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2006.

SOUZA, L. A. de. Trilhas na construção de versões históricas sobre um grupo escolar. 420f. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2011.

STEINDEL, G.E. ; DALLABRIDA, N. ; ARAÚJO, E. M. de. Gustave Monod e as classes nouvelles: apropriações e renovações no ensino secundário francês. 2013. VIII Colóquio “Ensino Médio, História e Cidadania”, v. 3, n. 3. Florianópolis-SC. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2017.

VALENTE, W.Oswaldo Sangiorgi: um professor moderno. 1. ed. São Paulo: Annablume, 2008.

UFPR LITORAL. Projeto Político Pedagógico. Matinhos, PR. 2008. Disponível em: . Acesso em: 05 maio 2012.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2018v20i2p85-112

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA