A Visão do Professor sobre Jogos Digitais no Ensino da Matemática para alunos com Deficiência Intelectual: Estado da arte
Teacher´s view about digital games in Mathematics Education for students with intellectual disabilities: State of art

Simone dos Santos Venturelli Antunes Silva, Denise Pereira de Alcantara Ferraz

Resumo


O presente artigo decorre de pesquisa cuja temática é o uso de jogos digitais no ensino de matemática a alunos com Deficiência Intelectual (DI). O objeto deste artigo é responder à seguinte questão: o que foi produzido no período de 2009 a 2018 sobre o ensino da matemática mediado por jogos digitais para alunos com DI? O recorte tem como foco a visão do professor. Para isso, realizou-se um estudo do estado da arte por meio de buscas no Google Acadêmico, nos bancos de dados da CAPES e Academia.edu. Percebe-se uma tendência por parte dos professores em reportar falta de capacitação para lidar com os computadores, além de considerarem que o uso de jogos digitais com objetivos didáticos traz benefícios ao aprendizado e à autonomia do aluno com DI. Conclui-se que este é um campo fértil para a realização de novas pesquisas.

Palavras-chave


Jogos Digitais, matemática, deficiência intelectual

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, A. O.; SIGNORETTI, A.; PARADEDA R. Brincando com Julio’s: Jogo Educativo para Pessoas com Deficiência Intelectual. XVI SBGAMES, 2017. Curitiba. 2017. Disponível em: Acesso em 13/06/2018.

ALVES, S.S.S. A Inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual e a mediação pedagógica articulada com integração das TIC. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E EDUCAÇÃO, 2014. Buenos Aires, Argentina. 2014.

ALVES, S. S. S.; SOUZA, A. M. A Mediação Articulada com Uso de Tecnologias: Construção do Trabalho Docente na Inclusão. XII CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO DA PUC PR. Curitiba. 2015.

ALVES, L.; COUTINHO, I. J. Apresentação – games e educação: nas trilhas da avaliação baseada em evidências. In: Jogos digitais e aprendizagem: Fundamentos para uma prática baseada em evidências. Campinas, SP: Papirus, 2016.

BASQUEIRA, A. P. Processo de Modelação Presentes no Ensino de matemática em Contexto de Sala de Aula com Uso de TIC. Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP. Tese de Doutorado. Campinas, 2017, 148p.

BIGUI, C. Z.; COLOMBO, C. S. A melhoria Cognitiva de Alunos Deficientes intelectuais com o uso de Jogos Digitais. In: Anais do XIV ENCONTRO VIRTUAL DE DOCUMENTACAO EM SOFTWARE LIVRE E XI CONGRESSO INTERNACIONAL DE LINGUAGEM E TECNOLOGIA ONLINE. 2017.

CARDOSO, V. C.; OLIVEIRA, S. R.; KATO, L. A. Percepção de Professores sobre o Uso de Jogos Digitais Educativos em Aulas de Matemática. XI ENEM, ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Curitiba. 2013.

CARNEIRO, R. U. C.; COSTA, M. C. B. Tecnologia e Deficiência Intelectual: práticas pedagógicas para inclusão digital. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v.21, n. esp. 1, p. 706-719, out. 2017. 2017.

COLPANI, Rogério. AR+G atividades educacionais: um aplicativo de realidade aumentada com gamification para auxiliar no processo de ensino-aprendizagem de alunos com deficiência intelectual. Dissertação de Mestrado na Universidade Federal de São Carlos. Sorocaba. 2015.

FEITOSA, V. A. A. Gamificação Educacional para Adolescentes com Deficiência Intelectual. Dissertação de Mestrado Profissional em Desenvolvimento de Tecnologia. Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento. Curitiba. 2016.

LUNDGREN, A.; FELIX, Z. Plataforma SAM: a gamificação e a colaboração em uma plataforma de aprendizagem para o ensino da matemática em crianças portadoras de Síndrome de Down. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO (CBIE 2017), Anais do XXVIII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO (SBIE 2017). Nov 2017. Recife. 2017.

MALAQUIAS, F. F. O. Realidade virtual como tecnologia assistiva para alunos com deficiência intelectual. Tese de Doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Uberlândia. Mai. 2012. Uberlândia. 112f. 2012.

MALAQUIAS, F. F. O.; LAMOUNIER, E. A. J.; CARDOSO, A.; SANTOS, C. A. O. VirtualMat: um ambiente virtual de apoio ao ensino de matemática para alunos com Deficiência Intelectual. In REVISTA BRASILEIRA DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, v. 20, n. 2, 2012, ago.2012. Uberlandia. 2012.

MANGINAS, G.; NIKOLANTONAKIS, C. The contribution of mathematics online games to qualitative differentiation and intrinsic motivation of students with mild intellectual disabilities. University of Western Macedonia. In: EUROPEAN JOURNAL OF SPECIAL EDUCATION RESEARCH, v.3, issue 1. Florina, Greece. 2018.

MARINHO, F. C. V. Saberes docentes para a promoção de aprendizagem em ciências e matemática a partir do desenvolvimento de jogos digitais. Tese de Doutorado em Educação em Ciências e Saúde. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

MASCIANO, C. F. R. O uso de jogos do software educativo Hércules e Jiló no mundo da matemática na construção do conceito de número por estudantes com deficiência intelectual. Dissertação de Mestrado em Educação. Universidade de Brasília. Brasília. 2015.

MASCIANO, C.F.R. O uso do computador como apoio na resolução de problemas matemáticos. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E EDUCAÇÃO, 2014. Buenos Aires, Argentina. 2014.

MASCIANO, C. F. R.; SOUZA, A. M. O uso de softwares educativos no processo de ensino e aprendizagem de estudantes com deficiência intelectual. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E EDUCAÇÃO, 2014. Buenos Aires, Argentina. 2014.

MENEZES, E. P.; CASTRO, S. F. Ações da Educação Especial no contexto da escola regular: problematizações sobre a inclusão de alunos com deficiência intelectual. Revista Linhas. Florianópolis, v. 17, n. 35, p. 30-44, set./dez. 2016.

OLIVEIRA, M. D.; CARVALHO, B. A.; NERY, J. F. Utilização dos Jogos Eletrônicos no Processo Ensino Aprendizagem de Crianças com Síndrome de Down na Escola Municipal Tatiana de Morais no Município de Campo Formoso-Ba. In: XII SEMINÁRIO DE JOGOS ELETRÔNICOS, EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO – SJEEC. Salvador. 2017.

PARETO, L. Mathematical literacy for everyone using arithmetic games. Media & Design, University West, Trollhättan, Sweden. In: 9th Intl. Conf. Disability, Virtual Reality & Associated Technologies. Laval, France, 10–12 Sept. 2012. p 87-96. 2012.

PASIAN, M. S.; MENDES, E. G.; CIA, F. Atendimento Educacional Especializado: Aspectos da Formação do Professor. Cadernos de Pesquisa v.47 n. 165 p. 964-981. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos. 2017. Disponível em: . Acesso em 10/06/2018.

PEDRO, K. M. Softwares educativos para alunos com deficiência intelectual: planejamento e utilização. Dissertação de mestrado. Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília. 98 f. 2012. Disponível em: . Acesso em 10/06/2018.

PETRY, L. C. O Conceito Ontológico de Jogo. In: Jogos digitais e aprendizagem: Fundamentos para uma prática baseada em evidências. Campinas, SP: Papirus, 2016.

POETA, C. D.; GELLER, M. Ações dos Professores de Matemática do Ensino Fundamental com o Uso de Jogos Digitais. In: VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENSINO DA MATEMÁTICA DA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL. Out. 2013. Canoas. 2013.

POETA, C. D.; GELLER, M. Jogos Digitais Educacionais: Concepções Metodológicas na Prática Pedagógica de Matemática no Ensino Fundamental. Revista Educação Matemática em Revista – RS. Ano 15. 2014. n. 15. v.1. p. 49 a 64. 2014.

POETA, C. D. Concepções Metodológicas para o uso de Jogos Digitais Educacionais nas práticas Pedagógicas de Matemática no Ensino Fundamental. Dissertação de Mestrado. Universidade Luterana do Brasil. ULBRA. Canoas, 2013.

PRENSKY, M. Aprendizagem Baseada em Jogos Digitais. Editora Senac São Paulo. São Paulo. 2012

RIVEROS, L. J. M.; MACIEL, L. Análise dos três Principais Jogos Eletrônicos Utilizados para deficiência Intelectual na APAE De Videira. Videira. 2016.

ROMANOWSKI J. P.; ENS, R. T. As Pesquisas denominadas do Tipo “Estado da Arte” em Educação. In: Diálogo Educ., Curitiba, v.6, n.19, p.37-50, set/dez. 2006.

ROSA, M. J. F. et al. Software Educativo para Auxiliar no Processo Ensino/Aprendizagem de Matemática nas APAEs. UnB. In: Nuevas Ideas en Informática Educativa TISE. 2015. Santiago. Chile. 2015. Disponível em: . Acesso em: 21/06/2018.

THOMAZ, L.S.S.; MOREIRA, T.E.G. Somar: ferramenta educacional de apoio ao ensino da matemática aplicada ao cotidiano de jovens e adultos com deficiência intelectual. Monografia para conclusão de Curso de Computação. UnB. 2014.

VALADÃO, G. T.; MENDES, E. G. Políticas Educacionais Brasileiras sobre AEE. In: Journal of Research in Special Educational Needs. Vol. 16, Ns1, 2016, p. 860-864. 2016.

WEIGER, J. M. A. Os Jogos Educativos Computacionais Enquanto Objetos de Aprendizagem na Sala de Recursos. UEPG – Ponta Grossa. 2010.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2019v21i1p180-196

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM