A aprendizagem de Geometria com foco na desconstrução dimensional das formas
The learning of Geometry focusing on dimensional deconstruction of forms

Roberta Nara Sodré de Souza, Mericles Thadeu Moretti, Saddo Ag Almouloud

Resumo


 O presente artigo traz para discussão a desconstrução dimensional das formas como elemento relevante a se considerar na aprendizagem da geometria. A investigação baseou-se em aportes teóricos de Duval que traz a desconstrução dimensional das formas como intrínseca à aprendizagem em geometria. A pesquisa teórica/prática baseada em princípios da Engenharia Didática faz uma análise semiótica e cognitiva das produções de alunos do Ensino Médio em problemas que contenham figuras geométricas. A desconstrução dimensional das formas mostrou-se ser uma operação cognitiva requerida e fundamental à resolução de problemas com figuras se configurando no momento seguinte às apreensões perceptiva e discursiva e agindo no planejamento heurístico da ação do sujeito que o encaminhando para um olhar não icônico que decompõe os elementos constitutivos da figura, permitindo a solução do problema. O presente estudo nos direciona à necessidade do olhar docente à proposição de problemas com intencionalmente para o desenvolvimento da desconstrução geométrica favorecendo as operações na figura em suas dimensoes inferiores

Palavras-chave


Aprendizagem, Geometria, Desconstrução Dimensional

Texto completo:

PDF

Referências


ALMOULOUD, S. Ag; Manrique, A. L.; Silva, M. J. F. da; Campos, T. M. M. A geometria no ensino fundamental: reflexões sobre uma experiência de formação envolvendo professores e alunos. Revista Brasileira de Educação. Set /Out /Nov/Dez, nº 27, 2004.

ARTIGUE, M., (1988). Ingénierie didactique. Recherches em Didactique dês Mathématiques, Grenoble, v. 9, nº 3, p. 281- 308.

CAPES/COFECUB (1996) Relatório n. 174/95 – Relatório das atividades referentes ao período de junho de 1995 a agosto de 1996. Brasília.

DUVAL, R. Mudanças, em curso e futuras, dos sistemas educacionais: Desafios e marcas dos anos 1960 aos anos... 2030! Conferência proferida na Faculdade de Ciências Sociais e de Ciências da Educação da Universidade de Chipre em 20 de novembro de 2014. Tradução Méricles Thadeu Moretti. REVEMAT, 2015.

____________. (2012a) Abordagem cognitiva de problemas de geometria em termos de congruência. Trad. Méricles T. Moretti. REVEMAT, v.7, n.1, Florianópolis. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2015

____________. (2012b) Diferenças semânticas e coerência matemática. Trad. Méricles T. Moretti. REVEMAT, v.7, n.1, Florianópolis. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2015.

_________. Ver e ensinar a Matemática de outra forma: entrar no modo matemático de pensar os registros de representações semióticas. Tradução de Marlene Alves Dias. São Paulo: PROEM, 2011.

____________. (2005) Lesconditionscognitives de l’apprentissage de La géométrie :développement de La visualisation, différenciation dês raisonnements et coordination de leursfonctionnements. Annales de Didactique et Sciences Cognitives, v. 10, p. 5 - 53, IREM, Strasbourg.

_________Geometry from a Cognitive Point of View. In C Mammana and V Villani (Eds), Perspectives on the Teaching of Geometry for the 21st Century: an ICMI study. Dordrecht: Kluwer,1998.

____________. (1995) Sémiosis et penséehumaine: registres sémiotiques et apprentissages intellectuels. Berne: Peter Lang.

_________Les differents fonctionnements d’une figure dans une demarche geometrique. Répères. Pont-à-Mousson, Topiques éditions, n. 17, p. 121-138, 1994.

DUVAL, R.; MORETTI, M. T. Temas do Grupo de Pesquisa em Epistemologia e Ensino de Matemática do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica: significado do que é “fazer”. Capítulo de livro, 2018 (no prelo).

GOMES FILHO, J. Gestalt do objeto: Sistema de leitura visual da forma. São Paulo: Escrituras (9.ed.), 2009.

MORETTI, M. T.; BRANDT, C; SOUZA, R.N.S de. Linguagem natural versus formal: diferenciação importante na construção de uma semiosfera de aprendizagem da matemática. ANPED: Curitiba, 2016. Disponível em: Acesso em 01 ago. 2016.

MORETTI, M. T.; BRANDT, C. F. Construção de um desenho metodológico de análise semiótica e cognitiva de problemas de geometria que envolvem figuras. Educação Matemática em Pesquisa, São Paulo, .17, n.3, pp.597-616, 2015.

MORETTI, M. T. (2013) Semiosfera do olhar: um espaço possível para a aprendizagem da geometria. Acta Scientiæ, v. 15, n. 2, p. 289-303, Canoas, 2013.

SOUZA, R. N. S. Dimensional das formas: Gesto intelectual necessário à aprendizagem de Geometria. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Santa Catarina, 2018.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2019v21i1p322-346

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM