Etnomatemática: uma revisão bibliográfica do cenário internacional
Ethnomathematics: a bibliographic review of the international scenario

Manoel de Souza Lamim Netto, Adriele Ribeiro dos Santos, Renata Cristina Geromel Meneghetti

Resumo


A Etnomatemática tem alcançado elevada visibilidade na Educação Matemática nas últimas décadas em diversos países. Objetivando apresentar um panorama do tema, este artigo discute a produção acadêmica sobre Etnomatemática por meio da análise dos trabalhos publicados em cinco periódicos de prestígio no cenário internacional. Os seguintes descritores foram adotados: ano de publicação, perfil dos autores, sujeito e contexto principais da pesquisa, foco temático e conteúdos de matemática incorporados aos trabalhos. O estudo revelou que a Etnomatemática está bem representada em diversos contextos e que existe uma forte influência de pesquisadores brasileiros sobre a temática, sugerindo que parcerias entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros devam ser estimuladas. Concluímos também que estudos de natureza epistemológica e filosófica prevalecem sobre aqueles destinados às aplicações em sala de aula.

Ethnomathematics has gained high visibility in Mathematics Education in the last decades in several countries. To present an overview of the theme, this article discusses the academic production on Ethnomathematics based on the analysis of the works published at four recognized journals in the international scenario. The following descriptors were assumed: year of publication, author’s profile, main subject and context of the research, thematic focus and contents of mathematics incorporated in the works. The study revealed that Ethnomathematics is well represented in several contexts and that there is a strong influence of Brazilian researchers in the area on the subject, suggesting that partnerships between Brazilian and foreign researchers should be stimulated. We conclude also that studies of epistemological and philosophical nature prevail over those destined to applications in the classroom.


Palavras-chave


Etnomatemática; Estado da arte; Educação Matemática

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, M.; SIMÕES, R.H.; CARVALHO, J.M.; BRZEZINSKI, I. Estado da arte da formação de professores no Brasil. Educação e Sociedade, v. 20, n. 68, p. 301-309, 1999.

BARTON, B. Making sense of ethnomathematics: Ethnomathematics is making sense. Educational Studies in Mathematics, v. 31, n. 1-2, p. 201-233, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CONRADO, A. L. A Pesquisa Brasileira em Etnomatemática: desenvolvimento, perspectivas, desafios. Tese (Doutorado), Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, 2005.

D´AMBROSIO, U. Ethnomathematics: Link between traditions and modernity. Sense Publishers, 2006.

D´AMBROSIO, U. An Overview of the History of Ethnomathematics. In: Milton Rosa et al. (Org.). Current and Future Perspectives of Ethnomathematics as a Program. ICME-13 Topical Surveys. Hamburgo: Springer Open, p. 5-10, 2016.

EURSC. Mathematics Syllabus. Office of Secretary-General of the European Schools. Brussels. 2016. Disponível em . Acesso em: 21 mar. 2019 às 22:12.

FIORENTINI, D. Rumos da Pesquisa Brasileira em Educação Matemática. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação, Universidade de Campinas (UNICAMP), Campinas, Brasil, 1994.

KNIJNIK, G. An Ethnomathematical Approach. In Mathematical Education: A Matter Of Political Power. For The Learning Of Mathematics, Toronto, v. XIII, n.3, p. 23-26, 1993.

KNIJNIK, G. Politics of Knowledge, mathematics and the Pleasant Struggle for Land. Educational Action Research, v. 5, n.3, p. 25-39, 1997.

KNIJNIK, G. Educação Matemática e os problemas “da vida real”. In: LOPES, A. R. C.; MOREIRA, A. F. B.; CHASSOT, A. (Org.). Ciência, ética e cultura na educação. São Leopoldo: Unisinos, 1998.

KNIJNIK, G. Itinerários da etnomatemática: questões e desafios sobre o cultural, o social e o político na educação matemática. Educação em Revista (UFMG), Belo Horizonte, n.36, pp. 161-176, 2002.

KNIJNIK, G. Differentially positioned language games: ethnomathematics from a philosophical perspective. Educational Studies in Mathematics. v. 80, n. 1-2, p. 87-100, 2012.

KNIJNKIK, G.; WANDERER, F. “A vida deles é uma matemática”: regimes de verdade sobre a educação matemática de adultos no campo. Revista Educação Unisinos, São Leopoldo, v. 10, n. 1, p. 56-61, 2006.

KNIJNIK, G.; WANDERER, F.; GIONGO, I. M. ; DUARTE, C. G. Etnomatemática em Movimento. 1ª ed. Belo Horizonte. Editora Autêntica. 2012.

LUCIANA, P.S.; QUEIROZ, S.L. Argumentação no ensino de ciências: contexto brasileiro. Revista Ensaio, v. 13, n. 2, p. 13-30, 2011.

OLIVEIRA, S.; KNIJNIK, G . Educação matemática e jogos de linguagem da forma de vida rural do município de Santo Antônio da Patrulha: um estudo sobre o medir a terra e suas unidades de medida. Boletim GEPEM, v. 59, p. 62-72, 2011.

QUARTIER, M. T.; KNIJNIK, G. Modelagem matemática na escola básica: surgimento e consolidação. Caderno Pedagógico (Lajeado. Online), v. 9, p. 9-26, 2012.

ROSA, M., D’AMBROSIO, U., OREY, D.C., SHIRLEY, L.; ALANGUI, W.V., PALHARES, P.; GAVARRETA, M. E. Current and future perspectives of ethnomathematics as a program. Springer, 2016.

ROSA, M.; OREY, D.C. Abordagens Atuais do Programa Etnomatemática: delineando um caminho para a ação pedagógica. Boletim de Educação Matemática, v. 19, n. 26, p. 1-26, 2006.

ROSA, M.; OREY, D.C. Propondo um Currículo Trivium Fundamentado nas Perspectivas da Etnomatemática e da Modelagem. Revista Educação Matemática em foco, v. 7, n. 2, p. 63-98, 2018.

SÃO PAULO. Currículo do Estado de São Paulo: Matemática e suas tecnologias. São Paulo, 2011.

SCOTT, P. The Intellectual Contributions of Ubiratan D’Ambrosio to Ethnomathematics. Cuadernos de Investigación Y Formación En Educación Matemática. n. 10, p. 211-216, 2012.

SHIRLEY, L. Ethnomathematics as a fundamental of instructional methodology. ZDM, v. 33, n. 3, p. 85-87, 2001.

SHIRLEY, L. Mathematics of students’ culture: A goal of localized ethnomathematics. Revista Latinoamericana de Etnomatemática, v. 8, n. 2, p. 316–325, 2015.

SOUZA, R.F.D. Programas de Pós-Graduação em Ensino, Educação e Química no Brasil: Análise da Produção Discente sobre a Experimentação no Ensino de Química (2004 a 2013). Tese (Doutorado), Instituto de Química de São Carlos, Universidade de São Paulo (USP), São Carlos, 2018.

TEIXEIRA, P.M.M.; MEGID NETO, J. Investigando a pesquisa educacional. Um estudo enfocando dissertações e teses sobre o ensino de Biologia no Brasil. Investigações em Ensino de Ciências, v. 11, n. 2, p. 261-282, 2006.

UK. Mathematics Programme of Study. Department of Education. 2013. Disponível em: < https://www.gov.uk/government/organisations/department-for-education>. Acesso em: 21 mar. 2019 às 21:10.

USA. Common Core State Standards for Mathematics. Washington, D.C. Council of Chief State School Officers and National Governors Association. 2010. Disponível em: . Acesso em: 19 mar. 2019 às 22:04.

WANDERER, F.; KNIJNIK, G. Discursos produzidos por colonos do sul do país sobre a matemática e a escola de seu tempo. Revista Brasileira de Educação, v. 13, n. 39, p. 555 – 564, 2008.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2020v22i1p394-418

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA