Uma abordagem global no estudo de inequações com alunos surdos
A comprehensive approach in the study of inequalities with deaf students

Silvia Teresinha Frizzarini, Clélia Maria Ignatius Nogueira

Resumo


O objetivo deste trabalho é apresentar uma abordagem global durante a resolução de inequações realizada por alunos surdos do Ensino Médio regular. A teoria utilizada foi a de Duval que permitiu estabelece as conexões das regras utilizadas para a resolução de inequações com a comparação dos seus gráficos. A metodologia utilizada foi de cunho qualitativo com a aplicação e análise de uma sequência didática para identificar e reconhecer as unidades significantes no estudo de inequações. A abordagem global utilizada na sequência evidenciou as modificações relevantes possíveis do gráfico e ver as alterações conjuntas das respectivas unidades significativas do registro algébrico. Conclui-se que a Libras, língua dos surdos, apresentou-se nesta pesquisa como um registro fundamental para o surdo estabelecer a conversão entre pelo menos dois registros; fator essencial para o aprendizado de qualquer conteúdo matemático.


Palavras-chave


Inequações. Surdos. Abordagem global. Ensino Médio.

Texto completo:

PDF

Referências


ARTIGUE, M. Ingénierie didactique: Recherches em Didactique dês Mathématiques, vol. 9, nº 3, pp. 281-307. França: La Pensée Sauvage, 1990.

DUVAL, R. Aprendizagem em Matemática: Registros de Representação Semiótica. In: MACHADO, S. D. A. (Org.). Aprendizagem em matemática: registros de representação semiótica. Campinas, SP: Papirus, p. 11-33, 2003.

_________ Semiósis e pensamento humano: registro semiótico e aprendizagens intelectuais (Sémiosis et Pensée Humaine: Registres Sémiotiques et apprentissages Intellectuels). Tradução: Lênio Fernandes Levy e Marisa Rosâni Abreu da Silveira – São Paulo: Editora Livraria da Física, 2009.

_________ Ver e ensinar a Matemática de outra forma: entrar no modo matemático de pensar os registros de representações semióticas, - São Paulo: PROEM, 2011b.

BISOGNIN, E.; TREVISAN, M.C.B.; BISOGNIN, V. Integrando Álgebra, Arte e Geometria com o Software Graphequation, Novas Tecnologias na Educação CINTED-UFRGS, V. 8 Nº 3, dezembro, 2010.

DITAFAFRAN, grupo - Educação Matemática e Tecnologia, Plano de atividades para uso do software Graphequation, http://mandrake.mat.ufrgs.br/~mat01074/20072/grupos/ditafafran/simetrias/index.htm,

última visita em outubro de 2012.

EDUMATEC, software Graphequation http://www2.mat.ufrgs.br/edumatec/atividades_galeria_trabalhos/ativ_grapheq_2002/

atividades_gal_trabalhos_grapheq2002.php, última visita em 02/05/2012.

FRIZZARINI, S.T., NOGUEIRA, C.M.I. Um estudo da Álgebra com alunos surdos fluentes em língua de sinais. Alemanha, Verlag: Novas Edições Acadêmicas, 2107.

KOPCAK, G.; BURIGATO, S.M.M.S. O Uso do Software Graphequation no Ensino Fundamental, VII Encontro Sul-Mato-Grossense de Educação Matemática, Campo Grande, MS – 2004.

SOUZA, V.H.G. O uso de vários registros na resolução de inequações Uma abordagem funcional gráfica. Tese da Universidade Católica de São Paulo, SP, 2008.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2019v21i5p636-646

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA