Literatura infantil: o objeto livro como performance estética do contador

Juliana Silva Loyola

Resumo


Este trabalho apresenta algumas reflexões sobre a presença da voz na imagem, recurso composicional marcante na produção literária para crianças hoje que pode configurar um proficuo caminho de investigação sobre uma das singularidades do gênero infantil. Apresenta uma leitura do livro Sua alteza a Divinha, de Angela Lago, à luz do pensamento de Paul Zumthor acerca das relações entre voz, escrita e imagem,  tentando para a maneira como a autora incorpora os elementos performáticos da cena da contação na composição do objeto livro. O trabalho procura mostrar, por meio da análise da obra, como se articulam no objeto livro voz, escrita e imagem num esforço simulador da presença viva do corpo do contador de histórias.

Palavras-chave


Literatura infantil; tradição oral; contadores de histórias; Angela Lago

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: