A casa grande de Alencar e a senzala de Freyre: o tropicalismo como estratégia de construção identitária

Weslei Roberto Cândido

Resumo


O presente artigo visa discutir a dicotomia casa-grande e senzala presente nos romances de José de Alencar. Ambos os conceitos foram consagrados por Gilberto Freyre e aqui são aplicados ao romance alencariano para demonstrar a presença de um tropicalismo em sua obra. Por este viés, pretende-se, ainda, discutir outro conceito muito importante para a literatura latino-americana: o de entre-lugar, de Silviano Santiago e como este ajuda a compreender melhor o projeto de formação de uma raça americana na narrativa de Alencar.


Palavras-chave


Tropicalismo; José de Alencar; Entre-lugar; Casa-grande; Senzala

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: