O diálogo e o GeoGebra na educação básica: implicações para os jovens futuros professores e sua formação

Alan Gonçalves Lacerda

Resumo


Este artigo traz a pesquisa desenvolvida no grupo de trabalho no âmbito do Programa Institucional de Iniciação à Docência por um dos bolsistas, na aplicação de atividades matemáticas por meio do GeoGebra aos alunos da educação básica. Neste trabalho, contudo, privilegiamos o papel da linguagem nas construções dos sentidos matemáticos pelos alunos. Sendo assim, a comunicação nas aulas tem sido ressaltada na atualidade por desenvolver competências e habilidades nos alunos, onde tem nos sugerido um deslocamento de intepretações marcadas, sobretudo pela busca do diálogo como objeto de aprendizagem. O fortalecimento dos canais de diálogo e a efetiva participação dos alunos da educação básica, em particular na tarefa matemática qualificam e implicam em novos fazeres e saberes nas práticas de formação docente.


Palavras-chave


GeoGebra; Educação Matemática; Diálogo

Texto completo:

PDF

Referências


ALRØ, H.; SKOVSMOSE, O. Diálogo e aprendizagem em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

ARAÚJO, W. A.; GOMES, A. M. F. O geogebra como recurso didático no ensino da geometria analítica. V Coloquio Internacional "Educação e Contemporaniedade". São Cristovão, 2011.

BORBA, M. C. Coletivos seres-humanos-com-mídias e a produção de Matemática. In: I Simpósio Brasileiro de Psicologia da Educação Matemática, Curitiba, 2001.

BORBA, M. C.; PENTEADO, M. G. Informática e Educação Matemática. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, v. Tendências em Educação Matemática, 2007.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CARVALHO, D. C.; QUINTEIRO, J. A formação docente e o Pibid: dilemas e perspectivas em debate. EntreVer-Revista das Licenciaturas, v. 3, n. 4, 2013.

HOHENWARTER, M. GeoGegraQuickstart: Guia Rápido de Referência sobre o GeoGebra. Disponıvel em:< http://www. mtm. ufsc. br/~ jonatan/PET/geogebraquickstart_pt. pdf.>. Acesso em: 22/09/2017.

HOHENWARTER, M.; FUCHS, K. Combination of dynamic geometry, algebra and calculus in the software system GeoGebra. In: Computer Algebra Systems and Dynamic Geometry Systems in Mathematics Teaching Conference, 2004.

LACERDA, A. G. As tendências em educação matemática: reflexões a partir da prática da pesquisa. In: SILVA, M.L.; NAKAYMA, L.; PIMENTEL, M.A.S; SILVA; M.F.V. (Orgs). Novos saberes e fazeres nas políticas e práticas de formação docente. Belém: UFPA, 2016.

LÉVY, P. As Tecnologias da inteligência. Tradução de Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

LÉVY, P. Inteligência coletiva. Tradução de Luiz Paulo Rouanet. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

MEDEIROS, K. M. A comunicação na formação inicial de professores de matemática: concepções e práticas de explicação na sala de aula. Tese (Doutorado em Educação). Instituto de Educação, Universidade de Lisboa, Portugal, 2010.

MENEZES, L. Investigar para ensinar matemática: contributos de um projecto de investigação colaborativa para o desenvolvimento profissional do professor. Tese (Doutorado em Educação). Instituto de Educação, Universidade de Lisboa, Portugal, 2004.

PENTEADO, M.G. Rede de trabalho: expansão das possibilidades da informática na educação matemática da escola básica In: BICUDO, Maria AP. V., BORBA, Marcelo C. (org.). Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez Editora, p. 283-295, 2005.

PEREZ, G. Prática reflexiva do professor de matemática. In: BICUDO, Maria AP. V., BORBA, Marcelo C. (org.). Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez Editora, p. 250-263, PONTE, J. P. et al. Da formação ao desenvolvimento profissional. Actas do ProfMat, v. 98, n. 27-44, 1998.

SKOVSMOSE, O. Mathematics in action. In: BICUDO, Maria AP. V., BORBA, Marcelo C. (org.). Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez Editora, p. 30-57, 2005.

VALENTE, J. A. O computador na sociedade do conhecimento. Campinas/SP: UNICAMP/NIED, 1999.

ZANIN, A. C. O Logo na sala de aula de matemática da 6ª série do 1º grau. 1997. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1997.

ZULATTO, R. B. A. Professores de Matemática que Utilizam Softwares de Geometria Dinâmica: suas características e perspectivas. Dissertação de mestrado. Universidade Estadual Paulista – UNESP, 2002.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista do Instituto Geogebra Internacional de São Paulo está indexada nas seguintes bases:

     

   

 

 Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.