Sazonalidade e prevalência de fungos anemófilos em ambiente hospitalar no Sul do Rio Grande do Sul, Brasil

Rubens Cáurio Lobato, Vagner de Souza Vargas, Érica da Silva Silveira

Resumo


O ar atmosférico é o meio de dispersão mais utilizado e bem sucedido dos fungos. O objetivo deste estudo foi reconhecer a diversidade taxonômica de fungos anemófilos em ambiente hospitalar. Foram coletadas amostras do ar do hospital conforme as estações do ano num total de 104 amostras, entre maio de 2006 a junho de 2007. A técnica Settle Plate foi utilizada e a identificação dos fungos foi feita através da macro e micromorfologia. O cálculo das prevalências e o teste do x2 foram utilizados. Os gêneros encontrados foram: Cladosporium, Aspergillus, Alternaria, Penicillium e Rhodotorula, além de fungos não- esporulados. Na distribuição sazonal dos gêneros durante o inverno, leveduras dos gêneros Candida e Rhodotorula tiveram uma maior prevalência. Na primavera, Alternaria e Acremonium obtiveram a sua maior prevalência e no verão Helminthosporium e Torula. Cladosporium foi mais prevalente nas estações da primavera e do verão e Aspergillus foi o mais prevalente no outono e no verão. Quanto aos gêneros fúngicos por tipo de ambiente, as amostras oriundas dos Expurgos, Oficinas, ambientes confinados, Salas de Preparo de Materiais, de Procedimentos e o Centro de Materiais e Esterilização foram os locais com maior ocorrência. As Unidades de Internação e o Ambulatório foram os locais com o mais alto índice de diversidade fúngica. Os gêneros Mucor e Rhizopus apresentaram uma correlação para o tipo de ambiente hospitalar. O estudo realizado constitui-se de um resultado inédito no que diz respeito ao conhecimento da micobiota anemófila em ambiente hospitalar neste município.


Palavras-chave


fungos; fungos mitospóricos; esporos fúngicos; prevalência; estações do ano; hospitais

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.