Síndrome do anticorpo antifosfolípide associado a lupus eritematoso sistêmico: um caso de isquemia medular

José Eduardo Martinez, Mariana Zacharias André, Fellipe Mendes Xavier de Oliveira, Marcelo Viciconte Ramalho

Resumo


A síndrome do Anticorpo Antifosfolípide (SAA) é o conjunto de manifestações clínicas e laboratoriais associadas diretamente ao anticorpo antifosfolípide, como trombocitopenia, tromboses de repetição, abortos recorrentes e detecção de anticorpo anticardiolipina IgA, IgG ou IgM ou anti-Beta-2-glicoproteína I no sangue. A SAA está freqüentemente associadas ao Lupus Eritematoso Sistêmico (LES) o que agrava o quadro clínico lúpico, levando a mielopatias, e mais raramente um quadro de isquemia medular. O relato aqui apresentado se refere à presença de paraparesia por isquemia medular, em paciente com SAA e associada a LES. Paciente R.S.G., 50 anos, sexo feminino, apresentou quadro de fraqueza muscular progressiva ascendente, em membros inferiores, acompanhada de dor e parestesias. O quadro evoluiu para paraparesia, com redução do déficit de sensibilidade. À ressonância nuclear magnética demonstrava sinais de isquemia medular, sem acometimento de SNC. A avaliação laboratorial associada ao quadro clínico sugeriu a presença de SAA e LES.

Palavras-chave


lupus eritematoso sistêmico; isquemia; antifosfolípede; mielopatia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.