ESTRESSE OCUPACIONAL: ANÁLISE DO AMBIENTE LABORAL DE UMA COOPERATIVA DE MÉDICOS DE PERNAMBUCO

Mirely Priscilla Oliveira Tabosa, Adriana Tenório Cordeiro

Resumo


O artigo apresenta um estudo de caso sobre estresse ocupacional em colaboradores de uma Cooperativa de Médicos de Pernambuco. O objetivo foi investigar o nível de estresse ocupacional nesse grupo, bem como identificar os fatores ocasionadores de estresse mais significativos na organização. Caracteriza-se como uma pesquisa quantitativa, de natureza descritiva, expondo um estudo de caso. O instrumento para coleta de dados foi uma Escala de Estresse no Trabalho (EET), proposta por Paschoal e Tamayo (2004), composta por 23 alternativas e aplicada a uma amostra de 14 funcionários, abrangendo 100% do quadro funcional da empresa. Os dados coletados foram apreciados através de cálculos de médias. Por meio da análise da escala de estresse no trabalho, constatou-se a ocorrência de estresse ocupacional em nível alto na organização. Aconselhou-se que a organização implantasse ações que visassem diminuir o estresse no trabalho, como treinamentos de capacitação, tratamento igualitário por parte da chefia e divulgação mais ampla das decisões organizacionais.


Palavras-chave


Cooperativa, Estresse Ocupacional, Trabalho

Texto completo:

PDF XML


DOI: http://dx.doi.org/10.20503/recape.v8i2.35197

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.