A POESIA E OS GESTOS: O CORPO EM CENA - O perfil Patativa do Assaré -

Antonio Iraildo Alves de Brito

Resumo


 Tendo como objeto formal a poesia de Patativa do Assaré, considera-se neste artigo a famosa premissa de Harry Pross (1971): “Toda comunicação começa no corpo e nele termina”. A frase como ponto de partida e de chegada da abordagem. O corpo como fonte e origem da comunicação. O corpo como meio ou tentáculo, capaz de criar vínculos, isto é gerar comunhão. O corpo ainda como catalizador de ambientes comunicacionais, pelo simples fato de estar presente. O objetivo principal do artigo é evidenciar o corpo na poesia, observando os aspectos constitutivos da performance, especialmente a gestualidade do corpo e o papel da voz.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.