Tecnologias afetivas, corpos afetados - apropriações culturais via telefone celular

Elaine Souza Resende Sklorz

Resumo


Os padrões socioculturais de uma população resultam em modos singulares de uso de uma tecnologia, no caso em questão do telefone celular. Essas apropriações e reapropriações tecnológicas indicam que as práticas de consumo, muito além da posse, estabelecem modos de ser e de viver que interagem com a construção de subjetividades, o que implica dizer que grupos sociais alijados do acesso às tecnologias digitais, da mobilidade tecnológica, sobretudo por questões econômicas, em alguma medida são alijados dos processos de deslocamento físico e de mobilidade social. Os corpos não estão submissos às tecnologias, em função do uso desregrado, mas acatam compartilhamentos, fusões e traduções. Muda o aparelho, mas também muda o usuário. Ambos se engastam.

 


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.