A IMAGEM DO ÍNDIO NA CÂMERA DO VÍDEO

Orlando Garcia

Resumo


Neste artigo analisamos os movimentos rítmicos da dança indígena, a partir de imagens produzidas pela câmera de filmagem da série documentária XINGU, realizada pelo jornalista Washington Novaes. Nossa hipótese é de que as imagens representam subjetivamente a comunicação dos corpos com o ambiente, podendo adquirir vários significados afinados, ou não, com o interesse da produção. Selecionamos esse recorte para estudarmos a relação midiática entre a produção fílmica e um “elenco” de índios. É nosso objetivo mostrar o movimento do corpo indígena em função da câmara no ombro e da produção/edição. Captados pelas câmeras de filmagens esses movimentos nos permitirão identificar o papel que a dança exerce no desenvolvimento social da cultura indígena e a indagar sobre como e com que intenção o processo de filmagem se apropria e lida com alguns elementos dessa cultura.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.