O currículo da Pedagogia Waldorf e o desafio da sua atualização

Jonas Bach Junior, Melanie Gesa Mangels Guerra

Resumo


 Este artigo desenvolve um debate aberto sobre a questão da atualização do currículo da Pedagogia Waldorf, contrapondo a concepção orgânica de Steiner e as interpretações rígidas. O estudo tem uma abordagem crítica, apresenta inicialmente a fundamentação que inspirou a estruturação do currículo para, em seguida, discutir a contraposição existente entre a idealização e a realidade da aplicação dos princípios curriculares. Destaca-se a diferenciação entre as abordagens acrítica e crítica a respeito do currículo, para incluir justamente a problematização da coerência com a contextualização da prática pedagógica. Os resultados apontam para o conflito entre as posturas conservadores e progressistas, atentando para o problema do anacronismo e incentivando uma contínua construção curricular com base em pesquisa que alia a dimensão histórico-cultural do fenômeno educativo com os ideais da teoria.


Palavras-chave


currículo, Pedagogia Waldorf, Steiner

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2018v16i3p857-878

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

  • Nacionais

CNEN LivRe        Periódicos CAPES        Educ@        IBICT

  •  Internacionais

Latindex        Dialnet      DOAJ      Google Acadêmico       REDALyC

SJLibrary.org            UNC University Libraries             WorldCat