Uma discussão sobre legitimidades matemáticas utilizando o contexto dos números irracionais
A discussion about mathematical legitimacies using the irrational numbers context

Rejane Siqueira Julio, Guilherme Francisco Ferreira, Romulo Campos Lins

Resumo


Este artigo tem o objetivo de discutir legitimidades matemáticas para responder a certos questionamentos sobre a “matemática do professor de matemática” ser considerada um modo de pensar a matemática na formação de professores. Para isso, abordamos as noções de matemática do professor de matemática, matemática do matemático e atividade matemática, na ótica do Modelo dos Campos Semânticos, por meio de comentários hipotéticos sobre a realização de uma proposta de atividade, de cunho histórico, envolvendo os números irracionais. Para concluir, argumentamos sobre a caracterização de atividade matemática ser uma possibilidade de compreender o compartilhamento de legitimidades entre a matemática praticada pelos professores de matemática e a matemática praticada por matemáticos.


This paper aims to discuss mathematical legitimacies as an answer to some questions about “mathematics of the mathematics teacher” as a way to think the mathematics in the mathematics teacher education. In this discussion, we approach the notions of mathematics of the mathematics teacher, mathematics of the mathematician and mathematical activity according to the Model of Semantics Fields, through hypothetical comments about the realization of a task, based on history of mathematics, involving irrational numbers. In conclusion, we argue about the possibility to consider the characterization of mathematical activity as a way of understanding the sharing of legitimacies between mathematics practiced by mathematics teachers and mathematics practiced by mathematicians.



Palavras-chave


Atividade Matemática; Matemática do Professor de Matemática; Modelo dos Campos Semânticos

Texto completo:

PDF

Referências


CARAÇA, Bento de Jesus. Conceitos Fundamentais da Matemática. Lisboa: Tipografia Matemática, 1951.

FERREIRA, Guilherme Francisco. Brincando de gangorra: uma discussão sobre formação de professores e uso de tecnologias. 2016. 96 p. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – IGCE/UNESP: Rio Claro, 2016.

HEFEZ, Abramo. Curso de Álgebra. v. 1. Rio de Janeiro: Instituto de Matemática Pura e Aplicada, 1993.

JULIO, Rejane Siqueira. Uma leitura da produção de significados matemáticos e não-matemáticos para ”dimensão”. 2007. 118 p. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – IGCE/UNESP: Rio Claro, 2007.

LINARDI, Patrícia Rosana. Rastros da formação matemática na prática profissional do professor de matemática. 2006. 279 p. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – IGCE/UNESP: Rio Claro, 2006.

LINS, Romulo Campos. Monstros, Matemática e Significados. In: BICUDO, M. A. V.; BORBA, M. C. (Org.). Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez, 2004a. p. 92-120.

LINS, Romulo Campos. Characterising the mathematics of the teacher from the point of view of meaning production. In: 10th International Congress on Mathematical Education. Copenhagen, 2004b (Plenary and Regular Lectures).

LINS, Romulo Campos. Design e Implementação de um programa de formação continuada de professores de matemática. Projeto de pesquisa integrado submetido como parte de solicitação de concessão de bolsa de produtividade em pesquisa ao CNPq, 2006.

LINS, Romulo Campos. O modelo dos campos semânticos: Estabelecimentos e notas de teorizações. In: ANGELO, C. L. et al. (Org). Modelo dos Campos Semânticos e Educação Matemática: 20 anos de história. São Paulo: Midiograf, 2012. p. 11-30.

NIVEN, Ivan Morton. Números: racionais e irracionais. Trad. Renate Watanabe. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Matemática, 1984.

OLIVEIRA, Augusto Franco de. Introdução a Antologia (Continuidade e números irracionais de Richard Dedekind). Boletim da Sociedade Portuguesa de Matemática, n. 41. Portugal, 1999.

OLIVEIRA. Viviane Cristina Almada. Uma leitura sobre formação continuada de professores de matemática fundamentada em uma categoria da vida cotidiana. 2011. 207 p. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – IGCE/UNESP: Rio Claro, 2011.

PLATÃO. Mênon. 6ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Editora PUC-Rio/Editora Loyola-Editora, 2010.

POMMER, Wagner Marcelo. A construção dos Números Irracionais no ensino básico: uma proposta de abordagem envolvendo eixos constituintes dos números reais. 2012. 235 p. Tese (Doutorado em Educação) – USP/Faculdade de Educação: São Paulo, 2012.

SANTOS, João Ricardo Viola dos; LINS, Romulo Campos. Uma Discussão a Respeito da(s) Matemática(s) na Formação Inicial de Professores de Matemática. Educação Matemática Pesquisa. São Paulo, v. 18, n. 1, p. 351-372, 2016.

SILVA, Amarildo Melchiades da. Sobre a Dinâmica da Produção de significados para a Matemática. 2003. 243 p. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – IGCE/UNESP: Rio Claro, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.23925/1983-3156.2018v20i1p315-333

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM