“Na minha vida, mando eu”: o estereótipo do homossexual masculino nos filmes A navalha na carne (1969) e A Rainha Diaba (1974)

Rafael de Luna Freire

Resumo


O presente artigo discute a questão do estereótipo do homossexual masculino no cinema
brasileiro, tomando como objeto de estudo os personagens homossexuais dos filmes A navalha
na carne (1970) e A Rainha Diaba (1974), baseados em obras do autor santista Plínio
Marcos. Através de textos de autores como Richard Dyer, Robert Stam e Ella Shohat, defendo
a necessidade e a importância de uma análise historicizante dos estereótipos no cinema.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM