Prefiguração de contrapúblicos em Brad – Uma noite mais nas barricadas

Bráulio de Britto Neves

Resumo


O ciberativismo, surgido na cultura hacker, constitui a principal referência para os movimentos
de resistência às formas de dominação por controle difuso, exatamente porque é um movimento político que tematiza a liberdade de comunicação e informação. A despeito dos duros golpes sofridos pelo movimento, em decorrência da política de “guerra ao terror”, o ciberativismo logrou produzir uma expressão no cinema documentário que inflete a tendência da retórica documentária subjetiva para um uso coletivo, a autopoiese de contrapúblicos. Para demonstrar as características dessa nova estratégia de resistência, este artigo examina as peculiaridades do ciberdocumentário Brad – Uma noite mais nas barricadas em termos de interpretabilidade e de condições de validez ética (sinceridade intencional, veracidade proposicional e correção relacional).

Palavras-chave


cyberactivism; documentary; cyberdocumentary; prefigurative politics; counterpublics; Brad Will

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM